Segmentos de mercado

Página inicial do IPT   >   Centros Tecnológicos   > Centro Tecnológico do Ambiente Construído

CETAC - Centro Tecnológico do Ambiente Construído


O CETAC - Centro Tecnológico do Ambiente Construído tem como principais focos de atuação o mercado de construção de edifícios de todas as naturezas (habitacional, comercial e industrial), incluindo o seu entorno, e o de produtores de materiais, elementos, componentes e sistemas construtivos. Suas atividades visam à melhoria e ao desenvolvimento de produtos e serviços prestados nesses setores.

O Centro reúne diversas capacitações existentes no IPT voltadas à construção de edificações. O enfoque específico em edifícios, dentro de uma estrutura de trabalho enxuta e direcionada, tem permitido uma aproximação maior e mais eficaz com o mercado de construtoras, associações de produtores de materiais e órgãos do governo do estado de São Paulo (CDHU) e do governo federal (Ministério das Cidades e Caixa Econômica Federal), fomentadores da construção habitacional.

De maneira geral, as equipes técnicas realizam as seguintes atividades:

  • Avaliação de desempenho e da qualidade de produtos, componentes e sistemas para edifícios, principalmente os inovadores;
  • Ensaios tecnológicos de caracterização e desenvolvimento de produtos, principalmente aqueles não realizados por outros laboratórios do país;
  • Apoio tecnológico a programas habitacionais e programas setoriais da qualidade (PSQ), de produtos no âmbito do Qualihab (CDHU) e Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade (PBQP-Habitat);
  • Desenvolvimento de processos e sistemas construtivos inovadores;
  • Análises de patologias em edifícios e especificação de técnicas para sua recuperação e manutenção, incluindo edifícios históricos;
  • Aprimoramento das condições de segurança contra incêndio dos edifícios e de seus ocupantes;
  • Aprimoramento das condições de conforto e salubridade térmica e acústica de edificações e locais de trabalho;
  • Melhoria do funcionamento das instalações hidráulicas, elétricas, de gás e de segurança contra incêndio;
  • Avaliações de sistemas de tratamento de efluentes industriais e domésticos, visando minimizar o impacto ambiental da disposição de despejos em corpos-de-água receptores;
  • Aprimoramento da sustentabilidade na construção de edifícios, incluindo reaproveitamento de resíduos, economia de energia e redução do consumo de água, entre outros;
  • Definição e proposição de marcos e aspectos regulatórios em políticas públicas como normalização técnica;
  • Atuação emergencial em grandes sinistros envolvendo incêndios e explosões, pelo desenvolvimento de investigações técnicas altamente qualificadas.



Assuntos relacionados

 
 

Notícias

 

Livros

 

Projetos