Segmentos de mercado

Pgina inicial do IPT   >   Publicaes   >  Artigos Tcnicos

compartilhe

Desgaste abrasivo e corrosivo em bolas de moinho


Camila Peres Massola; Eduardo Albertin; Clia Aparecida Lino dos Santos; Jos Renato Baptista Lima


Resumo:

Nas operações de cominuição na indústria mineral, o consumo de energia e de corpos moedores representam os dois maiores itens de custo. Portanto , por razões econômicas e ambientais, entre os principais objetivos desta indústria, deve-se considerar medidas que permitam a redução do consumo de energia e de corpos moedores. Em relação ao consumo de bolas, é preciso entender os mecanismos de desgaste que ocorrem durante a moagem a úmido, assim como levar em consideração as características da alimentação e interação entre polpa e bolas. A componente corrosiva pode ser adicionada ao desgaste no caso da moagem a úmido, levando ao aumento das taxas de desgaste devido à sinergia entre corrosão e abrasão. Embora seja amplamente aceita a ocorrência do desgaste por corrosão na moagem a úmido, mesmo em bolas com alto teor de cromo, ainda são necessários mais estudos que verifiquem sua importância. Este trabalho apresenta uma revisão bibliográfica concisa com foco no entendimento dos principais fatores que afetam o desgaste corrosivo das bolas durante a moagem a úmido de minério de ferro, e como ele se relaciona com o desgaste abrasivo nestas condições.


Referência:
MASSOLA, Camila Peres; ALBERTIN, Eduardo; SANTOS, Célia Aparecida Lino dos; LIMA, José Renato Baptista. Desgaste abrasivo e corrosivo em bolas de moinho. In: INTERNATIONAL CONGRESS ON THE SCIENCE AND TECHNOLOGY OF IRONMAKING, ICSTI, 6., 2012, Rio de Janeiro. Proceedings... 8p.