Pgina inicial do IPT   >   Sobre o IPT   >   Campanhas Institucionais   >  Voc sabia? Que o IPT foi pioneiro na identificao e aplicao das madeiras brasileiras?

compartilhe

Voc sabia? Que o IPT foi pioneiro na identificao e aplicao das madeiras brasileiras?



A madeira é um dos recursos naturais mais abundantes e valiosos do Brasil, exigindo, para a sua exploração adequada e sustentável, um manejo consciente.

Já em 1931, o IPT inicia o estudo das madeiras brasileiras com o objetivo de conhecer cada espécie e suas possíveis aplicações, sugerindo o uso mais consciente por meio do tratamento técnico adequado.
Estudos para identificação botânica de madeiras (1987). Fonte: Acervo Histórico IPT
 

Em 1933, surgem as primeiras aplicações tecnológicas: tacos para assoalho, colas, vernizes, e as primeiras aplicações aeronáuticas, nas quais a utilização da madeira ganhava grande destaque. Mais tarde, passava a ser realizada em caráter semi-industrial a fabricação de hélices e contraplacados para a indústria aeronáutica, com pesquisas que procuravam substituir madeiras importadas por outras nacionais. Além disso, as pesquisas do Instituto para o tratamento da madeira permitiram evitar o seu apodrecimento e reduzir as despesas de manutenção de postes e linhas férreas.

Os estudos realizados nesse período permitiram ao IPT montar a Xiloteca Calvino Mainieri, o maior acervo de madeiras da América Latina, que reúne cerca de 17.500 amostras de madeiras brasileiras e estrangeiras. A base de dados da Xiloteca está disponível no site do IPT, e possibilita a pesquisa online de informações técnicas sobre madeiras brasileiras e plantadas.

O IPT também foi pioneiro no estudo de madeiras alternativos, como o eucalipto e o pinus, para a produção de móveis e sistemas construtivos.

Quer saber mais o que o IPT fez nesses 110 anos? Veja a linha do tempo.

 
  • Madeiras
 

Você sabia também: que o IPT contribuiu para a construção do primeiro arranha-céu da América Latina?