Pgina inicial do IPT   >   Imprensa   >  IPT na mídia



IPT na mdia



compartilhe


  29.03.17

Cermica artstica


Reportagem do Diário Oficial mostra apoio tecnológico do IPT para desenvolvimento de setor econômico em município do Vale do Paraíba


Aproveitar as competências do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) para subsidiar o desenvolvimento da cerâmica artística de Cunha, cidade do Vale do Paraíba de intensa produção de utensílios domésticos e esculturas: este foi o objetivo da prefeitura municipal ao procurar auxílio no Programa de Apoio Tecnológico aos Municípios (Patem), oferecido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, para a execução de um projeto de identificação de depósitos e caracterização de matérias-primas para a produção de massas de cerâmica artística, que mereceu reportagem no Diário Oficial.

A responsabilidade do estudo ficou a cargo da Seção de Recursos Minerais e Tecnologia Cerâmica do IPT. O geólogo Marsis Cabral Junior destaca o pioneirismo do projeto iniciado em julho de 2016 e concluído em dezembro. Desde a década de 1980, o IPT auxilia processos industriais de olarias e cerâmicas de todos os portes do Estado, setor econômico cuja matéria-prima principal é a argila utilizada na fabricação de telhas e tijolos. “Dessa vez, inovamos. Orientamos oleiros que trabalham com a extração das matérias-primas nas margens dos rios e analisamos os processos de fabricação das peças de 25 ateliês do Instituto Cultural da Cerâmica de Cunha”, afirma ele.

Uma das figuras-chave do grupo foi a artista plástica Amanda Magrini. Segundo ela, o projeto permitiu aprimorar a qualidade das matérias-primas e tornar mais eficientes as etapas de produção: “A tecnologia repassada também ampliou as possibilidades criativas dos ceramistas, como meios para criarem novas cores e esmaltes”.

Leia abaixo a reportagem na íntegra: