Pgina inicial do IPT   >   Imprensa   >  IPT na mídia



IPT na mdia



compartilhe


  11.08.17

Combustveis adulterados


Pesquisador do IPT fala à Rádio USP sobre sinais de adulteração de combustíveis com alta dos preços


O pesquisador Marcelo Mendonça, do Laboratório de Combustíveis e Lubrificantes do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), concedeu entrevista à Rádio USP e explicou os tipos mais comuns de adulteração de combustíveis aos quais o consumidor deve estar atento. A adição de solventes como o metanol na gasolina e de água no etanol são os casos mais recorrentes, e podem afetar diretamente o desempenho dos veículos.

Com a alta do valor dos combustíveis em decorrência da elevação das alíquotas do PIS/Cofins pelo Governo Federal, é preciso ter cuidado sobretudo com preços muito baixos em postos de abastecimento. Buscando prevenir esse tipo de situação, o IPT mantém junto à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) um Programa de Monitoramento da Qualidade de Combustíveis em São Paulo, que consiste na coleta de combustíveis em postos revendedores a fim de identificar e localizar produtos que não atendem às especificações técnicas (propriedades físico-químicas) determinadas nas resoluções vigentes da ANP.

Acesse a entrevista abaixo: