Pgina inicial do IPT   >   Imprensa   >  IPT na mídia



IPT na mdia



compartilhe


  21.11.17

Aviso de perigo


Alertas por SMS para a população em caso de desastres naturais é tema de reportagem na Globo News; pesquisador do IPT explica como é feito o mapeamento das áreas sujeitas a deslizamentos de terra e inundações


Qualquer cidadão residente no estado de São Paulo pode se cadastrar desde a última quinta-feira, 16 de novembro, para receber alertas de risco de desastres naturais diretamente no celular, gratuitamente, por mensagens de texto (SMS). O objetivo é ajudar a salvar vidas em casos de chuvas fortes, enchentes, deslizamentos, incidência de raios e outros fenômenos causados por eventos meteorológicos. A expectativa é que a ferramenta alcance 42 milhões de celulares ativos.

O sistema foi desenvolvido pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil e está sendo implantado em São Paulo pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil. Ele funciona desde o mês de junho no Paraná e em Santa Catarina, nos quais foi implantado como projeto-piloto.

A Prefeitura de São Paulo contratou o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) no final da década de 2000 para realizar o mapeamento de áreas de risco na capital paulista. O relatório final foi entregue em 2010: foram encontradas 407 áreas de encostas e margens de córregos sujeitas a escorregamentos e a processos de solapamento de margens no município, e o zoneamento executado permitiu a identificação de 1.179 setores de risco.

Em entrevista para o Jornal da Globo News no dia 16 de novembro, o pesquisador Eduardo Soares de Macedo, da Seção de Investigações, Riscos e Desastres Naturais do IPT, comentou o passo a passo para a classificação das áreas e também a necessidade de atualização do estudo: “É importante um novo mapeamento para saber se existem novas áreas e também se algumas delas não devam mais ser consideradas de risco, por conta de ações públicas”.

Veja abaixo a reportagem na íntegra: