Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  17.02.17

Parceria com o TCM


IPT recebe visita de grupo de profissionais do Tribunal de Contas do Município de São Paulo para discutir parcerias


Um grupo de 26 auditores do Tribunal de Contas do Município (TCM) de São Paulo visitou o IPT na quarta-feira, 15 de fevereiro, para discutir parcerias que possam apoiá-los na avaliação técnica das aquisições e na contratação de serviços. A visita ao Instituto dá prosseguimento ao primeiro contato estabelecido entre o TCM e a diretoria executiva do IPT, que teve uma reunião no dia 31 de janeiro com o conselheiro Domingos Dissei.

Livio Mario Fornazieri, subsecretário de fiscalização e controle do TCM, iniciou a sua apresentação dizendo que o objetivo do evento era trocar ideias e experiências para visualizar como poderia ser uma parceria entre as duas instituições.
Grupo de 26 auditores do TCM-SP conheceu as competências do Instituto - na foto, a visita à àrea de pavimentos
 
Segundo ele, os Tribunais de Contas são mais conhecidos em função dos relatórios das contas do Poder Executivo – no caso deles, as contas da prefeitura – e um diferencial no caso do TCM paulistano é o aspecto da concomitância, que é o acompanhamento simultâneo aos atos da administração pública, feito há cerca de 20 anos.

"No caso do lançamento do edital de uma secretaria para a realização de uma obra, o TCM coloca uma equipe para fazer a análise do edital, o que se repete para as diversas áreas. Isso permite um ajuste melhor do edital com uma contratação que traz mais benefícios à Prefeitura e aos cidadãos", afirmou ele, lembrando que, nos últimos cinco anos, foram mais de R$ 117 bilhões analisados em editais.

Um trabalho que ganharia muito com a parceria com o IPT seria o acompanhamento da execução de contratos e obras, durante o qual se verifica se o conteúdo do edital está no contrato e, além disso, se o conteúdo do contrato está sendo executado de acordo com as especificações. "Vários problemas são identificados nesta fase, como pagamentos inadequados, materiais fora dos padrões e até mesmo falhas na execução das obras. Já executamos vários ensaios tecnológicos que dão uma maior robustez ao nosso trabalho, o que torna cada vez mais difícil a negação de nossos relatórios pelas secretarias. A adoção de novos ensaios irá contribuir ainda mais para isso", explicou Fornazieri.

O subsecretário usou um exemplo para demonstrar como a parceria com o IPT pode auxiliar nos trabalhos do tribunal. As inovações introduzidas pelo sistema Átomo/Radar, que é uma ferramenta desenvolvida por técnicos de diversos órgãos do TCM e que foi incrementada pelo convênio firmado entre a Junta Comercial de São Paulo (Jucesp) e o Tribunal para a integração de diversas bases de dados oficiais, trouxe um impacto maior do que o esperado. "Vemos hoje aqui no IPT o início de uma parceria que pode trazer um impacto muito grande, mas nenhum de nós consegue imaginar o quão grande ele será. Com certeza, ela proporcionaria benefícios às imagens do TCM e do IPT, mas principalmente aos cidadãos em questões como economia e qualidade de execução das obras públicas", conclui ele.

COMPETÊNCIAS IPT – A apresentação da diretora de inovação do IPT, Zehbour Panossian, enfatizou a atuação do IPT no apoio às políticas públicas e às indústrias. Ela deu destaque a alguns temas, dividindo as competências do Instituto em três grupos: 'Infraestrutura e Patrimônio Público', 'Estudos Geológicos e Ambientais' e 'Recursos Hídricos'.

Para o primeiro grupo, as competências abordadas foram pavimentos e estradas vicinais; obras de arte; arborização urbana; iluminação pública; segurança contra incêndios; patrimônio histórico; edificações públicas e Código de Obras, e mobilidade urbana. O segundo grupo incluiu gestão de áreas de risco; áreas contaminadas; aterros sanitários; mapeamento sonoro; indicadores ambientais; redução de emissões nos transportes e na indústria, e mineração. Finalmente, o terceiro grupo englobou abastecimento de água e assoreamento; inventário de água e esgoto e gerenciamento de recursos hídricos.

Os convidados tiveram a oportunidade de, no final da apresentação, conversarem com os pesquisadores sobre as competências de seus laboratórios e resolverem dúvidas. Em seguida, fizeram visitas aos laboratórios à Seção de Geotecnia, ao Laboratório de Segurança ao Fogo e a Explosões e ao Laboratório de Materiais de Construção Civil.