Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  30.10.15

Prmio TopRubber 2015


IPT é eleito melhor instituição de pesquisa e ensino por indústrias da borracha, em prêmio da Borracha Atual


O Instituto de Pesquisas Tecnológicas recebeu, no último dia 27, o 12° Prêmio TopRubber 2015 – Maiores e Melhores do Ano na categoria ‘Pesquisa e Ensino’, promovido pela revista especializada Borracha Atual. O objetivo da premiação, que contou com a homenagem a empresas e instituições em 24 categorias, é reconhecer o trabalho de todos os atores do setor da borracha, desde a matéria-prima até o produto final.

Os pesquisadores Vicente Mazzarella e Mari Katayama e os colaboradores Douglas Martins da Silva e Renato dos Santos (da esq. para dir.) receberam o prêmio Top Rubber pelo IPT
 
A escolha das instituições vencedoras foi realizada pelos assinantes da revista, que tem seu público leitor composto por montadoras de automóveis, fornecedores e distribuidores de matérias-primas, fabricantes de artefatos de borracha, pneumáticos e reformadores de pneus, instituições de pesquisa, entre outros. A competência que garantiu o prêmio alcançado pelo Instituto pelo segundo ano consecutivo foi o Projeto Unidades Móveis Borracha (PRUMO Borracha), por meio do qual é feita uma avaliação in loco do processo produtivo em indústrias do setor, a fim de identificar problemas tecnológicos e promover modificações imediatas. O PRUMO Borracha já realizou 32 atendimentos em 2015.

Para Mari Tomita Katayama, diretora do Núcleo de Atendimento Tecnológico à Micro e Pequena Empresa do IPT, o reconhecimento é uma prova de que o Instituto está no caminho certo no apoio à indústria. “Como é uma votação das empresas, temos a certeza de que a solução que o Prumo leva a essas empresas as ajuda a serem mais competitivas no mercado”, pondera.

Diante da atual situação do setor da borracha, que passa por dificuldades devido à conjuntura econômica do país, o reconhecimento do projeto do IPT como fonte de auxílio às micro, pequenas e médias empresas, visando aumentar sua competitividade, é fundamental. Segundo Antônio Carlos Spalletta, editor da revista Borracha Atual, as empresas do ramo contam com produtos muito específicos e, como fornecedoras de outras indústrias (como as montadoras de veículos e as calçadistas, por exemplo), enfrentariam obstáculos de terceiros para se manter. “É preciso criar alternativas, pois a borracha é um material muito especial, não é possível usá-la em muitos lugares e, ao mesmo tempo, não é simples criar novas aplicações”, explica.

Para o editor, a importância do prêmio TopRubber reside em agregar valor ao mercado brasileiro da borracha. “A maior significância desse prêmio é mostrar que o técnico brasileiro tem valor. É uma maneira de privilegiarmos os desenvolvimentos tecnológicos e o aprimoramento do técnico brasileiro que trabalha no ramo da borracha”.