Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  06.01.10

So Luiz do Paraitinga


IPT analisa edificações da cidade: 300 foram afetadas pela enchente


Cerca de 300 edificações foram afetadas pela enchente do dia 1º de janeiro em São Luiz do Paraitinga, segundo balanço finalizado nesta quarta-feira, 6 de janeiro, por técnicos do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT). O órgão está com quatro técnicos na cidade desde o dia 1º, em auxílio à Prefeitura e à Defesa Civil do Estado.

O IPT pretende analisar todo o conjunto arquitetônico histórico de Paraitinga, com cerca de 470 edificações tombadas como patrimônio histórico. O trabalho dos profissionais tem sido iniciado às 8h e se estendido até as 22h. Das 80 construções já avaliadas que pertenciam ao patrimônio histórico, cerca de metade precisará passar por obras de restauração, incluindo 28 casas que ficavam na área de entorno do coreto da cidade. A igreja matriz e a capela das Mercês foram destruídas. O prédio da Prefeitura terá que ser restaurado em cerca de 50% da edificação. A construção que abrigava a biblioteca da cidade também ruiu completamente.

O nível do rio Paraitinga chegou a subir 10 metros com os 160 milímetros de chuvas que caíram no intervalo de 24 horas.  A prioridade nos trabalhos do IPT até agora foi verificar a segurança estrutural das construções remanescentes e das encostas e taludes nas áreas urbana e rural.

TRABALHO PRELIMINAR - O IPT fará um relatório com recomendações para a recuperação das edificações da área urbana. Serão investigados os fatores que fizeram com que o rio chegasse a um nível sem precedentes históricos. Anteriormente, a pior inundação havia chegado ao pé da escada da igreja matriz, o que representa cerca de 7 metros.