Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  26.09.16

Ceramistas tm nova diretoria


Pesquisador do IPT irá presidir diretoria da Associação Brasileira de Cerâmica no exercício 2016-2018


Na quinta-feira, dia 22 de setembro, foi empossada a nova diretoria da Associação Brasileira de Cerâmica (Abceram) que congrega empresas, instituições e profissionais que atuam no setor de cerâmica e demais áreas relacionadas em todo o território nacional. O pesquisador Antonio Carlos de Camargo, da Seção de Recursos Minerais e Tecnologia Cerâmica do IPT, assumiu a presidência da entidade setorial para o período até 2018.

Segundo Camargo, o objetivo principal da gestão que se inicia é integrar instituições de pesquisa científica e tecnológica e indústrias do setor:
Antonio Carlos de Camargo (à esquerda) e Samuel Marcio Toffoli, diretor de eventos da associação. Crédito foto: Divulgação Abceram
 
“Esta é a forma de interagir buscando sempre a inovação. A associação faz isto, sistematicamente, por meio de congressos, cursos, encontros e reuniões técnicas”.

Fundada em 1953, a Abceram é uma entidade representativa setorial sem fins econômicos e tem sua sede na capital paulista. Nasceu no IPT e teve outros pesquisadores do Instituto presidindo diretorias anteriores, a exemplo de Pérsio de Sousa Santos, que trouxe diversos colaboradores para a área. Empresários nacionais ilustres também dirigiram a entidade, como Antônio Ermírio de Moraes.

Para Antonio Carlos Kieling, membro da direção da Associação Nacional dos Fabricantes de Cerâmica para Revestimentos, Louças Sanitárias e Congêneres e representante da diretoria da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) na cerimônia, há desafios importantes pela frente: “Ainda não foi superada a barreira que existe entre nossas indústrias e as mentes criativas do País. Temos que ajudar a promover esta integração. O futuro está na inovação que agregará valor aos nossos produtos.” Participaram da cerimônia de posse representantes das direções do IPT, Abravidro, Abimaq e Cetesb, entre outros.