Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  31.10.16

Proteo contra incndio


Pesquisadores do IPT ministram aula final em curso sobre proteção passiva contra incêndio do Corpo de Bombeiros


Cerca de 30 oficiais de diversos grupamentos do Corpo de Bombeiros do estado de São Paulo foram recebidos na quinta-feira, 27 de outubro, pelos pesquisadores do Laboratório de Segurança ao Fogo e a Explosões para uma apresentação das competências da área no IPT. O objetivo principal era capacitá-los à fiscalização e análise de instalações prediais com relação à segurança contra incêndios. A visita fez parte de um curso oferecido pelos próprios bombeiros para o qual o IPT colaborou ministrando a aula final.

O curso – chamado Credenciamento Avançado de Segurança Estrutural – abordou aspectos da proteção contra incêndio incorporados aos sistemas construtivos, principalmente resistência ao fogo dos elementos estruturais, compartimentação e controle dos materiais de revestimento, incluindo soluções para conter o avanço do fogo nas edificações. Os pesquisadores Antônio Berto, responsável pelo laboratório, e Carlos Metzker mostraram aos oficiais dados, pesquisas e informações de trabalhos do IPT e também alguns ensaios realizados no laboratório com produtos existentes atualmente no mercado, como cortinas e portas para-chamas.

Oficiais de diversos grupamentos dos Bombeiros visitaram o LSFEx na semana passada. Para Antônio Berto, chefe do laboratório, visita foi "proveitosa"
 
“Além de fortalecer a parceria entre o IPT e o Corpo de Bombeiros, a credibilidade do Instituto na corporação serve como base para multiplicar doutrinas e esclarecer os principais pontos do trabalho de um bombeiro”, disse o Capitão Vagner, do 8° Grupamento de Bombeiros, no Grande ABC, que liderou os oficiais presentes no curso.

Segundo ele, os homens que estiveram no IPT são chefes de sessões selecionados entre todos os grupamentos do estado, de maneira que a ideia é de o aprendizado do curso se espalhar entre as corporações. Para o capitão, se cada oficial disponibilizar o que aprendeu aos seus subordinados, a aula tem capacidade de se estender para centenas de profissionais responsáveis por combater o fogo nas cidades do interior.

“Todos os locais do estado de São Paulo estão representados aqui. Os oficiais vieram para absolver as informações de maneira padronizada e voltarão para suas regiões com o intuito de multiplicar o que aprenderam aos homens que não puderam participar do curso. Ou seja: teremos uma capilarização do que aprendemos aqui”, completa ele.

Berto salienta o interesse da turma no conteúdo disponibilizado pelo IPT. “O evento teve a participação intensa dos oficiais, que levantaram muitas questões em busca de esclarecimentos. Ficou claro que eram oficiais com vontade de conhecer nosso trabalho, pois dependem dele para a análise dos projetos, já que muitas soluções de projeto avaliadas pelo Corpo de Bombeiros tomam como referência ensaios realizados no IPT”. Ainda segundo Metzker, a ideia é que mais turmas sejam montadas em 2017 com outros temas ligados à área.