Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  24.11.16

Apoio indstria automotiva


Laboratório de motores do IPT obtém credenciamento da Cetesb para homologação de motores de combustão interna


Todo motor veicular, para entrar no mercado brasileiro, necessita da homologação de um órgão oficial, no caso a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). Com quase 40 anos de atuação no mercado e investimentos importantes nos últimos anos, o Laboratório de Engenharia Térmica do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) retoma o apoio técnico a empresas do setor automotivo para testes de motores veiculares atendendo parâmetros previstos em norma com a certificação da Cetesb e habilita-se a realizar testes de bancada e fazer homologação com a chancela do órgão oficial.

As montadoras têm que observar esta exigência para atender às normas ambientais.
Serviços estão disponíveis para os fabricantes nacionais e multinacionais que queiram exportar motores para o Brasil
 
“Estes serviços ficam, assim, disponibilizados para os fabricantes nacionais e multinacionais que queiram exportar motores para o Brasil”, explica o pesquisador e responsável pelo Laboratório de Motores, Sergio Inácio Ferreira.

Segundo Ferreira, o laboratório do IPT atendeu todos os requisitos funcionais da Cetesb para a realização de testes de motores diesel: “Atendemos a todos os requisitos e nosso ‘sistema de calibração’ poderá tornar-se referência para futuras homologações de outros laboratórios”. Para a obtenção do credenciamento, realizou-se o chamado ‘teste-testemunhado’ na bancada número três do laboratório. O teste foi feito segundo parâmetros da norma ISO 8.178, regulamentada MAR-I, referente a testes de motores agrícolas e máquinas rodoviárias, sendo ao final aprovado.

Este credenciamento abre outras perspectivas que poderão ampliar o leque de apoio tecnológico ofertado pelo IPT a fabricantes nacionais e multinacionais de motores. “A próxima certificação que iremos pleitear junto à Cetesb está relacionada à bancada número cinco com nosso dinamômetro transiente”, afirma Ferreira. Será realizado um novo ‘teste-testemunhado’, agora conforme a norma ABNT NBR 15.634, com o objetivo de homologar motores segundo a regulamentação Proconve P7, que diz respeito a emissões para motores de veículos comerciais pesados.

PARCERIA – Um convênio firmado entre o IPT e a empresa alemã IAV já está trazendo resultados quanto à operação do Laboratório de Energia Térmica, devido à larga experiência acumulada pela empresa no exterior desde 1983 que conta, hoje, com mais de seis mil colaboradores em todo o mundo, dos quais 70 no Brasil, onde opera desde 2001.