Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  14.12.17

Exporta, So Paulo


Prêmio contempla empresas com destaque no comércio exterior; IPT participa na indicação dos vencedores


A Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e a Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) realizaram na noite de terça-feira, 12 de dezembro, a cerimônia de entrega do prêmio Exporta São Paulo, contemplando empresas que foram destaques em exportação.

O prêmio é atribuído em diversas categorias. Um dos destaques é o reconhecimento aos empreendimentos empresariais que implantaram adequação de processos ou produtos para vendas fora do Brasil.
Carlos Alexandre Cella, gerente industrial da Cardal (terceiro, da esq. para dir), recebe o prêmio das mãos de Fabio Trape, do Núcleo de Atendimento Tecnológico à Micro e Pequena Empresa do IPT. Crédito foto: SP Chamber of Commerce
 
As indicações nesta categoria são feitas pelo IPT, por meio do seu Programa de Apoio Tecnológico à Exportação – Progex, e na edição de 2017, que é a décima terceira, a vencedora foi a Cardal Eletro Metalúrgica, fabricante de aquecedores, duchas elétricas, duchas frias, acessórios para banheiro e pressurizadores que iniciou suas atividades industriais em 1973 e hoje tem cerca de três mil pontos de venda no Brasil. A Cardal está presente atualmente na América Latina, África e Europa.

Mari Katayama, diretora do Núcleo de Atendimento Tecnológico à Micro e Pequena Empresa do IPT e coordenadora do Progex, acredita que a adequação de produtos viabiliza exportações e contribui para a inserção das empresas no mercado global de maneira competitiva: “Ajudamos empreendedores a superar barreiras impostas pelos países importadores, especialmente as de caráter técnico”.

HISTÓRIA – O prêmio foi criado em 2005 para estimular produtores paulistas a se engajar em operações de exportação e reconhecer seus esforços. O ‘Exporta, São Paulo’ avalia o desempenho de exportadoras de cada uma das 20 regiões administrativas da Facesp, abrangendo assim todo o território paulista. A avaliação leva em conta, além de critérios econômicos, o trabalho das empresas nas áreas de responsabilidade social e ambiental.

O evento tem apoio do Conselho Brasileiro das Empresas Comerciais Importadoras e Exportadoras (Ceciex), da Agência USP de Inovação e do Governo Federal.