Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  31.03.10

Visita da comitiva alem


Reitores e pró-reitores da Alemanha conhecem instalações do Centro de Engenharia Naval e Oceânica do IPT


Uma comitiva formada por 14 representantes de instituições de ensino alemãs, entre os quais a reitora da Universidade de Münster e pró-reitores de administração das Universidades Técnicas de Aachen, Munique e Berlim, visitou na manhã do dia 24 de março o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT). O grupo foi recebido pelo diretor-presidente, João Fernando Gomes de Oliveira, e pelo diretor de inovação, Fernando Landgraf, que deram destaque na apresentação do IPT aos segmentos de atuação, à parceria com o Instituto Fraunhofer e ao Programa de Desenvolvimento e Capacitação no Exterior (PDCE).

Segundo a pró-reitora e CIO da Universidade Técnica de Berlim, Ulrike Gutheil, a busca por programas de cooperação é o principal motivo da visita ao Brasil. “Fizemos uma renovação em nossa estratégia de internacionalização. Os institutos de ensino alemães estavam mais voltados ao mercado asiático e estamos buscando novos parceiros: em 2009, fomos à África do Sul e acredito que o Brasil seja um país muito interessante neste momento”, afirma ela, que lembrou da visita em março do ano passado da ministra alemã da Educação e Pesquisa, Annette Schavan, ao IPT. Memorandos de entendimento para cooperação técnica entre os dois países foram assinados naquele momento.

João Fernando (ao centro) apresenta o Centro de Engenharia Naval e Oceânica aos alemães
 


A comitiva alemã teve a oportunidade de conhecer as novas instalações do Centro de Engenharia Naval e Oceânica (CNaval), incluindo o tanque de provas e o sistema robótico para construção de modelos de embarcações. Segundo a reitora alemã, este é um dos segmentos de maior interesse para a assinatura de parcerias, ao lado de temas como energia hidráulica e catalisadores bioquímicos. A comitiva alemã participou de encontros e reuniões em Brasília, São Paulo e Rio desde o dia 21 de março, e seguiu em visitas a instituições e órgãos brasileiros ligados ao ensino superior até o dia 27.