Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  18.05.10

Produtividade reconhecida


CNPq concede bolsas a projetos inovadores de pesquisadores do IPT


O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) concedeu em 2009 11 bolsas de produtividade em desenvolvimento tecnológico e extensão inovadora – DT a pesquisadores do IPT nas áreas de
Engenharia Química; Geociências; Microbologia e Parasitologia; Engenharia de Minas, Metalúrgica e de Materiais; Engenharia Mecânica, Naval e Oceânica e Aeroespacial.

O objetivo da bolsa é distinguir o pesquisador e valorizar sua produção nessa modalidade, segundo critérios estabelecidos pelo comitê avaliador do CNPq. Com início previsto para o mês de maio de 2010 a bolsa tem duração de 36, 48 ou 60 meses, dependendo da categoria, e o seu valor varia de acordo com o enquadramento do pesquisador. O candidato a bolsista deveria possuir título de doutor ou perfil tecnológico correspondente, estar vinculado a instituições de pesquisa e ensino e inscrever um projeto de pesquisa inovador diretamente relacionado à sua área de atuação.

Catia Fredericci, pesquisadora do Laboratório de Metalurgia e Material Cerâmico do CTPP e uma das contempladas, escreveu um projeto para desenvolver uma pasta de tinta de prata com partículas nanométricas para aplicação automobilística. Estas pastas são constituídas por vidro, prata e resinas. O intuito é substituir o uso de óxido de chumbo - prejudicial à saúde - em vidros, mantendo a resistência química, alta qualidade e preços competitivos para a indústria nacional. O trabalho será realizado em parceria com os pesquisadores Mario Gongora e Marcelo Seckler, ambos do CTPP.“Queremos contribuir para o desenvolvimento do grupo de pesquisa em síntese de materiais nanoestruturados”, afirma Fredericci, que desenvolverá o projeto em 36 meses.
Aquífero Guarani no interior de São Paulo
 

Outro pesquisador contemplado foi José Luiz Albuquerque Filho, pesquisador do Laboratório de Recursos Hídricos e Avaliação Geoambiental do Cetae. Seu projeto estudará a quantidade de água de chuva que se infiltra no solo para alimentar o manancial subterrâneo (aquífero Guarani), na região de Araraquara, interior de São Paulo.

Em 2009 o CNPq concedeu 72 bolsas na modalidade de desenvolvimento tecnológico e extensão inovadora totalizando 778 mil reais de investimento para o estado de São Paulo. Para o Brasil o investimento foi de dois milhões de reais, de acordo com informações da Assessoria de Estatísticas e Informação (AEI) do CNPq.

Confira abaixo os pesquisadores que receberão a bolsa:

Engenharia Química: Alfredo Eduardo Maiorano e Marcelo Martins Seckler

Geociências: José Luiz Albuquerque Filho e Omar Yazbek Bitar

Microbiologia e Parasitologia: Maria Filomena de Andrade Rodrigues

Engenharia de Minas, Metalúrgica e de Materiais: Catia Fredericci, Eduardo Albertin, Flavio Beneduce Neto, Joao Batista Ferreira Neto, Mário Boccalini Júnior

Engenharia Mecânica, Naval e Oceânica e Aeroespacial: Alvaro Jose Abackerli