Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  16.06.09

Rigor do mtodo


Mestrado Profissional expande a atuação do IPT e dá subsídios para que os estudantes desenvolvam uma visão crítica dos problemas tecnológicos


No acervo de conhecimentos técnicos produzidos pelo IPT, começam a ganhar cada vez mais importância as dissertações dos alunos do Mestrado Profissional. Criado em 1998, o mestrado já formou 549 estudantes e seus temas de pesquisa têm colaborado para expandir as frentes de atuação do Instituto.

“O mestrado profissional é um canal para a sociedade se apropriar do conhecimento”, afirma Douglas Barreto, coordenador do curso de Habitação. Ele acredita que os alunos têm papel de interlocutores da sociedade e, por isso, devem ser qualificados para diminuir o hiato que ainda hoje existe entre tecnologia e mercado. Esse tema, aliás, é recorrente nas preocupações da direção do Instituto, que chegou até mesmo a elegê-lo para uma das palestras que comemorou os 110 anos do IPT, em maio, com abordagem do professor de filosofia da USP, Renato Janine Ribeiro.

Atualmente o Mestrado Profissional do IPT conta com 485 alunos regularmente matriculados nos quatro cursos de stricto sensu (Engenharia de Computação, Tecnologia Ambiental, Processos Industriais e Habitação). Há ainda o curso de Especialização em tecnologia de fundição, com uma nova turma que começou em 8 de maio. “Até o fim do ano, teremos um site para cada curso, sendo que o de habitação já está no ar”, afirma Mario Myiake, coordenador geral do Mestrado Profissional e do curso de Engenharia de Computação, que ressalta que um dos desafios atualmente para dar maior visibilidade ao trabalho do mestrado é abrir os canais para publicações de trabalhos dos alunos em periódicos e anais de congressos.

Uma das definições da Capes para essa modalidade de mestrado é que os cursos sejam auto-sustentáveis, o que na prática significa que não há possibilidade de bolsa-auxílio. Assim, os cursos do IPT têm mensalidades que variam de R$ 875 a R$ 1.150 durante dois anos. Durante esse tempo, o aluno assiste às aulas duas vezes por semana no período noturno – esse é um dos diferenciais do Mestrado Profissional que permite que ele continue trabalhando – e também se dedica dois dias por semana à sua pesquisa dentro das dependências do IPT.

Serviço
Para obter mais informações sobre os cursos de mestrado profissional consulte na internet:

www.ensino.ipt.br: página da Coordenadoria de Ensino Tecnológico (CET) com informações gerais sobre os cursos.

www.mestrado.habitacao.ipt.br: página do curso de Habitação: Planejamento e Tecnologia.