Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  21.09.10

Visita da comitiva espanhola


Delegação da Rede de Institutos Tecnológicos da Comunidade Valenciana conhece instalações do IPT


Uma comitiva formada por representantes de oito dos 14 centros que compõem a Red de Institutos Tecnológicos de la Comunitat Valenciana (Redit) visitou na manhã do dia 20 de setembro o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT). A rede é uma associação privada espanhola, sem fins lucrativos, criada em 2001 por iniciativa dos institutos de P&D&I da região em colaboração com o Governo de Valência. A equipe dos 1.675 profissionais que compõem a entidade foi responsável pela execução de 1.243 projetos em 2009, com atuação voltada principalmente às pequenas e médias empresas.

Os institutos que compõem o Redit atendem a setores e tecnologias diversos, como cerâmica, construção, madeira, óptica, plásticos, têxtil, TI, calçados e energia. A visita da delegação espanhola serviu não somente como oportunidade de conhecer as instalações e pesquisas atualmente em curso no Instituto, mas também para a assinatura de um protocolo de intenções entre as duas entidades. Esta foi a primeira etapa da série de encontros e reuniões da comitiva espanhola no Brasil, que conhecerá empresas privadas, câmaras de comércio e universidades em Brasília, Porto Alegre e Rio de Janeiro.

Da esq. para a dir.: Del Campo, Frontera, Fernando Landgraf (diretor de inovação do IPT) e João Fernando Gomes de Oliveira (diretor-presidente do IPT)
 


“Estamos aqui para conhecer o estado atual das tecnologias brasileiras e saber quais são as novas tendências que interessam aos diversos grupos, além de identificar oportunidades de colaboração, seguindo o exemplo de acordos firmados nos EUA e na China”, afirma Damián Frontera, presidente do Redit. “Vários centros de pesquisas que compõem a rede já possuem contato com empresas brasileiras, como na área da cerâmica. Escolhemos o Brasil porque é uma economia emergente com propostas interessantes de trabalho”, completa Cristina Del Campo, diretora da rede.