Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  04.02.11

Regio Serrana do Rio


Ministério da Integração Nacional implementa ações para minimizar danos e recuperar o local com apoio técnico do IPT


Técnicos da Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec) do Ministério da Integração Nacional estão empenhados em analisar as áreas de saúde, assistência social e defesa civil das três esferas de governo após o desastre natural ocorrido na Região Serrana do Rio de Janeiro.
Equipe de três pesquisadores do IPT esteve na região serrana do Rio de Janeiro (na foto, Teresópolis) e realizou uma série de vistorias
 


A pedido da Sedec, o Instituto de PesquisasTecnológicas (IPT) concluiu as avaliações e análises geológico-geotécnicas relacionados a movimentos de massa, enchentes e inundações ocorridos em sete municípios: Areal, Bom Jardim, Nova Friburgo, Petrópolis, São José do Vale do Rio Preto, Sumidouro e Teresópolis. São relatórios qualitativos, que registram a visita técnica nos municípios.

Os técnicos da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro se uniram com técnicos do GADE, o Grupo de Apoio a Desastres,
Capela de Santo Antõnio, em Nova Friburgo
 
para unificar as informações com o uso do Sistema Informatizado de apoio a Emergência (Infopae), visando a otimizar os recursos humanos, materiais e financeiros, para diminuir o impacto do desastre.

Todas essas ações estão sendo monitoradas pelo Gabinete de Mobilização e Apoio à Recuperação no Rio de Janeiro, que é coordenado pelo secretário Nacional de Defesa Civil, Humberto Viana. Além da Integração Nacional, o gabinete também é composto pelos Ministérios da Defesa, Saúde, Justiça e Minas e Energia. No total foram afetadas 91.848 pessoas, em 24 municípios do Estado.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Ministério da Integração Nacional