Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  13.04.11

Transporte nas megacidades


IPT sedia seminário sobre cooperação Brasil-União Europeia em sustentabilidade nos transportes


Com o objetivo de trocar informações técnicas para o desenvolvimento de projetos conjuntos na área dos transportes terrestres entre universidades, centros de pesquisas e empresas brasileiras e europeias, o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) sediou ontem, 12 de abril, o “Viajeo & B.BiCe Seminar: Brazil-EU Cooperation on Sustainable Transport“. O projeto conjunto Viajeo consiste em uma plataforma computacional aberta, cujo objetivo é proporcionar o compartilhamento e a troca de informações consolidadas sobre transporte em grandes cidades, permitindo a boa gestão e o suporte a uma variedade de serviços públicos.

Landabaso (à esq.) e Gomes de Oliveira no evento: plataforma Viajeo permite compartilhamento de informações sobre transporte nas grandes cidades
 


A iniciativa integra a área de transporte do “Seventh Framework Programme – FP7”, instrumento de financiamento da União Europeia. Tem metas intermediárias visando a projetar, demonstrar e validar a plataforma aberta em grandes cidades, especialmente em países emergentes. Para alcançar este objetivo, foram selecionadas Atenas, Pequim, São Paulo e Xangai para a implantação de sites demo, tendo entre os critérios seletivos a capacidade para realizar grandes eventos. No Brasil, o projeto Viajeo mantém parceria com o Bureau Brasileiro para Ampliação da Cooperação Internacional com a União Europeia, o B.Bice, que conta com o apoio do Ministério da Ciência e Tecnologia e da Universidade de Brasília.

A cidade de São Paulo foi lembrada na abertura do evento por Angel Landabaso, conselheiro de Ciência e Tecnologia da Delegação da Comissão Europeia no Brasil: “Se encontrarmos uma solução para São Paulo, que está no topo da lista de cidades com problemas no transporte, vamos achar uma solução para todo o mundo”. O conselheiro destacou a necessidade de os eventos focarem em soluções a serem aplicadas no futuro, e não somente na discussão de problemas e dos resultados alcançados.

Fez parte da programação do seminário a discussão da aplicação de soluções inteligentes de transporte como apoio operacional a grandes eventos, tais como a Copa do Mundo em 2014 e os Jogos Olímpicos em 2016, também mencionados na abertura do seminário pelo diretor-presidente do IPT, João Fernando Gomes de Oliveira: “São dois grandes exemplos de oportunidades de negócios e daí a importância de uma plataforma como essa para a difusão do conhecimento, especialmente em um momento no qual uma cidade como São Paulo enfrenta problemas de mobilidade”.

Foram discutidos ainda os desafios e as oportunidades para os veículos elétricos no mercado brasileiro e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) mostrou a operacionalização e o tratamento dado a grandes eventos na cidade de São Paulo. Segundo o pesquisador Alessandro Santiago, do Centro de Tecnologia da Informação, Automação e Mobilidade do IPT, a ideia do seminário foi integrar centros especializados em transportes ao redor do mundo em busca de soluções eficazes e integradas. “No Brasil há diversos parceiros de peso como a USP, a Associação Brasileira de Engenharia Automotiva e o próprio IPT”, afirmou ele. “A nossa participação neste grande projeto internacional vem da experiência que adquirimos com a aplicação de Sistemas de Transportes Inteligentes (ITS) à gestão dos transportes em rodovias paulistas, em um projeto desenvolvido conjuntamente com a Artesp”.

Depoimentos – No final do seminário foi possível fazer um balanço das atividades consideradas como ponto de partida. Para Santiago, praticamente todas as áreas técnicas apresentadas poderão contar com a participação do IPT. “Um bom começo é a disposição mostrada pelos representantes europeus de apostar no fortalecimento da área de transportes no Brasil. Temos competência para ser parceiros em sistemas de informação, integração e controle de processos”.

Para Irina Silva, gerente de projetos da Ertico ITS Europe, entidade sem fins lucrativos especializada em sistemas e serviços inteligentes de transporte e com sede em Bruxelas, Bélgica, o evento realizado no IPT cumpriu seus principais objetivos.
Irina fala aos participantes do evento: plataforma deverá consolidar informações dos agentes brasileiros de transportes até final de 2011
 
“Foi a primeira aproximação com instituições brasileiras qualificadas no setor de transportes, abrindo a possibilidade de investimentos conjuntos importantes em projetos de cooperação Brasil-Europa", afirmou ela. "Procuramos identificar possíveis parceiros e poderemos gerar benefícios mútuos. Nosso próximo passo será dado no final de 2011, quando deveremos ter consolidado na plataforma Viajeo informações dos agentes brasileiros de transportes para uma demonstração prática da eficiência do sistema, que será disponibilizado para usuários o testarem em deslocamentos reais.”