Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  05.05.11

Novo secretrio da SD


Paulo Alexandre Barbosa é autor de lei que regulamenta normas para gerenciamento do lixo tecnológico


Fonte: Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia

O advogado santista Paulo Alexandre Barbosa assumiu na segunda-feira, 2 de maio, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo, substituindo o vice-governador Guilherme Afif Domingos. Desde primeiro de janeiro, Paulo Alexandre ocupava a pasta de Desenvolvimento Social, que foi assumida pelo deputado federal Rodrigo Garcia, empossado em cerimônia realizada no Palácio dos Bandeirantes.

Terceiro maior orçamento do Governo do Estado com cerca de R$ 10,4 bilhões, o Desenvolvimento Econômico tem uma das maiores estruturas administrativas, incluindo o Centro Paula Souza, fundação estadual responsável pelo gerenciamento das Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs). Também estão subordinadas a Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapesp), o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen), além da Universidade de São Paulo (USP), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade Estadual Paulista (Unesp), e as Faculdades de Medicina de Marília e de São José do Rio Preto.

O novo secretário será ainda responsável pela Investe São Paulo (Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade) e pela Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp). O Via Rápida – programa vitrine do governo paulista e que prevê abertura de unidades para capacitação profissional em cursos de curta duração – está vinculado ao Desenvolvimento Econômico.

“Sinto-me muito honrado pelo convite feito pelo governador para esse novo desafio.
Novo secretário é advogado e autor da Lei Estadual 13.576/09, que regulamenta normas e procedimentos para reciclagem, gerenciamento e destinação final do lixo tecnológico
 
O nosso foco será garantir mão-de-obra qualificada do trabalhador paulista, principalmente nos segmentos sociais mais vulneráveis e para isso vamos articular uma aproximação ainda maior entre Governo e iniciativa privada. São Paulo destaca-se no contexto nacional por sua expressiva participação na economia, respondendo por cerca de 33% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro e precisa consolidar seu papel de liderança e exemplo para a nação”, disse o novo secretário.

TRAJETÓRIA – Paulo Alexandre disputou a primeira eleição em 2006, quando foi eleito deputado estadual, e quatro anos depois se reelegeu. Apresentou, em 2007, um projeto de lei que institui o Programa de Combate ao Bullying nas Escolas, e é o autor da Lei Estadual 13.576/09, que regulamenta normas e procedimentos para reciclagem, gerenciamento e destinação final do lixo tecnológico.