Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  12.07.11

Capes concede prmio


Diretor-presidente do IPT recebe Prêmio Anísio Teixeira por contribuição à educação e pesquisa


A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) do Ministério da Educação comemorou 60 anos nesta segunda-feira com a entrega do Prêmio Anísio Teixeira a pesquisadores e professores que contribuíram para o crescimento da educação e da ciência no Brasil. O diretor-presidente do Instituto de Pesquisas Tecnológicas, João Fernando Gomes de Oliveira, foi um dos homenageados em solenidade realizada no Palácio do Planalto,
Presidenta Dilma Rousseff entrega o Prêmio Anísio Teixeira a João Fernando Gomes de Oliveira, por ocasião do 60º aniversário da Capes
 
que contou com a presença da presidenta da República, Dilma Rousseff, e do ministro da Educação, Fernando Haddad.

O prêmio é concedido a cada cinco anos e, nesta edição, além do diretor-presidente do IPT, os homenageados foram Álvaro Toubes Prata, Nelson Maculan Filho, Fernando Galembeck e Luiz Bevilacqua, que receberam uma escultura e um diploma. O prêmio foi instituído em 1981 pelo então Ministério da Educação e Cultura por ocasião das comemorações dos 30 anos de criação da Capes.

“Sinto-me muito honrado em ter sido escolhido para receber um titulo tão relevante. Sou um grande admirador da Capes, onde trabalhei por mais de uma década auxiliando no processo de avaliação”, afirmou Oliveira. “Fico feliz também em saber que o trabalho da nossa equipe do IPT tem sido reconhecido em âmbito nacional.
Homenageados com o Prêmio Anísio Teixeira: da esq. para a dir, João Fernando Gomes de Oliveira, Nelson Maculan Filho, Fernando Galembeck, Álvaro Toubes Prata e Luiz Bevilacqua
 
Parabéns a todos os ipeteanos que acreditam e contribuem para nossa modernização”.

Patrono da educação brasileira, Anísio Teixeira dirigiu a Capes de 1951, ano de sua criação, até 1964. Ele foi homenageado na comemoração dos 60 anos da instituição com a inauguração do Espaço e do Busto Anísio Teixeira: o nome do educador denominará o primeiro subsolo do edifício-sede da Capes, local onde são realizadas as principais reuniões da agência, como a avaliação trienal de pós-graduação stricto sensu.


Crédito foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ABr