Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  05.08.11

Capacitao internacional


Pesquisadora do IPT desenvolve pesquisa em sustentabilidade de sistemas florestais produtivos na Indonésia


A fim de desenvolver uma pesquisa na área de avaliação da sustentabilidade de sistemas florestais produtivos, Caroline Almeida Souza, pesquisadora da Seção de Sustentabilidade de Recursos Florestais – SSRF do IPT participou do Programa de Desenvolvimento e Capacitação no Exterior (PDCE), de novembro de 2010 a abril de 2011, como pesquisadora-visitante no World Agroforestry Centre (ICRAF), na Indonésia, instituição referência na área de floresta produtiva como alternativa de uso do solo que integre geração de renda e conservação de recursos naturais.
Trabalho de coleta de dados em campo junto a pequenos produtores de sistemas florestais
 

O objetivo da viagem foi desenvolver a pesquisa intitulada “Sistemas florestais produtivos como opções para compor estratégias de REDD+” (sigla em inglês que significa: redução de emissões por desmatamento e degradação, incluindo o papel da conservação, do manejo sustentável das florestas e do aumento dos estoques de carbono das florestas em países em desenvolvimento). Para Caroline, a capacitação dará ao IPT a oportunidade de ampliar seus negócios na área de sustentabilidade e a possibilidade de desenvolvimento de uma linha de pesquisa nessa área. “Nesse sentido, o tema foi planejadamente introduzido no projeto FAPESP-Vale, iniciado recentemente – intitulado: Recuperação de áreas degradadas de mineração associando técnicas de bioengenharia de solos com a geração e manutenção de serviços ambientais – prevendo a aplicação do conhecimento adquirido no treinamento”, afirma.

A pesquisa envolveu a elaboração da metodologia, reconhecimento da área de estudo, coleta de dados em campo e análise de resultados. A coleta de dados foi feita em cinco vilarejos localizados no distrito de Jambi, na ilha de Sumatra. Foram identificados e entrevistados 40 pequenos produtores rurais, contemplando quatro sistemas florestais produtivos. A pesquisa contou, também, com a colaboração de parceiro brasileiro, a APNE (Associação Plantas do Nordeste), na coleta de dados (30 entrevistas a pequenos produtores) referentes a sistema florestal produtivo no bioma Caatinga (manejo florestal). Essa parceria possibilitou inserir um comparativo com um sistema florestal produtivo brasileiro, o que enriqueceu a pesquisa. “O ICRAF achou a pesquisa interessante, o método prático e com potencial de replicação em outras localidades”, diz. Caroline participou de palestras e workshops e ministrou em um evento sobre manejo florestal no Brasil, para que os indonésios e demais pesquisadores conhecessem a realidade brasileira.
Foram identificados e entrevistados 40 produtores rurais
 

A pesquisadora escolheu a Indonésia, país do sudeste asiático, por possuir floresta tropical e desafios socioeconômicos similares aos do Brasil. O ICRAF trabalha com sistemas florestais produtivos, combinando produção com conservação ambiental e desenvolve atualmente um projeto conhecido como Reducing Emissions from All Land Uses (REALU), que analisa a oportunidade de redução de emissões de gases de efeito estufa (GEE) de todos os tipos de uso do solo na Indonésia. ”Ter a oportunidade de me integrar nesse projeto foi um privilégio e fortalece os argumentos sobre a importância de temas como avaliação de sustentabilidade e avaliação ambiental estratégica para tratar de assuntos importantes para o desenvolvimento brasileiro, como o da redução de emissões de GEE”, conclui.
Mesmo com a diferença c
A coleta de dados foi feita em cinco vilarejos localizados no distrito de Jambi, na ilha de Sumatra
 
ultural, Caroline diz que foi um privilégio participar do PDCE. Com mestrado em Economia Ecológica na University of Edinburgh (Reino Unido), a pesquisadora acredita que a experiência no exterior a ajudará a desenvolver tema para seu doutorado e ressalta que estudar e se atualizar é fundamental para gerar inovação na carreira do pesquisador.


O ICRAF desenvolve pesquisas em diversas áreas envolvendo sistemas florestais produtivos: desde pesquisas voltadas para a melhoria da produção até pesquisas voltadas a orientar políticas públicas de conservação de recursos florestais.