Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  20.10.11

Tecnologia habitacional


IPT recebe missão de São Tomé e Príncipe interessada em obter apoio tecnológico para construção de habitações


Uma missão técnica da República Democrática de São Tomé e Príncipe conheceu ontem o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT). Os engenheiros santomenses Cesaltino Vicente Vaz Fernandes, Silvino Neto Sousa Mendes e Cipriano Sousa Barreto foram recebidos por pesquisadores do Centro de Tecnologia do Ambiente Construído, o Cetac, e do Centro de Tecnologia de Obras de Infraestrutura, o CT-Obras, com apoio da Gerência de Relações Corporativas do Instituto. Os visitantes estavam acompanhados por representantes da Caixa Econômica Federal, responsável pela articulação da missão.

A Caixa possui acordo de cooperação técnica internacional com o país africano para apoio à implantação de projeto que envolve ações de ordenamento territorial, legislação habitacional, fundo habitacional e sistemas construtivos não-convencionais.
Missão técnica de São Tomé e Príncipe e da Caixa Econômica Federal conheceu instalações do IPT, como o Laboratório de Materiais de Construção Civil
 
A missão no Brasil teve início em 17 de outubro e se estende até o dia 26, em uma programação que inclui visitas a empreendimentos, universidades e institutos de pesquisas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Amazonas.

Segundo o diretor do Cetac, Fulvio Vittorino, a Caixa Econômica Federal estimula a aproximação entre países africanos de línguas latinas e instituições de pesquisa no Brasil para atender às suas necessidades tecnológicas de desenvolvimento e à melhoria da condição de vida de suas populações.

“Recebemos visitantes de outros países africanos em busca de tecnologias adequadas às suas realidades. Basicamente, suas necessidades mais prementes dizem respeito à construção de habitações com tecnologias inovadoras. Nesta área, o IPT concentra a maior competência tecnológica nacional e, por isso, a Caixa tem nos procurado visando à possível cooperação internacional”. Anteriormente, foram recebidas missões com objetivos semelhantes de Moçambique e da Cabo Verde.