Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  03.11.11

Geologia premiada


Profissional do IPT recebe prêmio da Associação Brasileira de Geologia e Engenharia Ambiental, a ABGE


O geólogo e pesquisador Fabrício Araujo Mirandola, do Laboratório de Riscos Ambientais do IPT, recebeu na noite de ontem, dois de novembro, o Prêmio Lorenz Döbereiner durante a cerimônia de abertura do 13º Congresso Brasileiro de Geologia de Engenharia e Ambiental. A premiação foi criada em 1996 como um reconhecimento aos profissionais com menos de 35 anos de idade que apresentem indicações promissoras na sua carreira profissional em relação ao desenvolvimento da Geologia de Engenharia e Ambiental e aos objetivos da ABGE.

A carreira profissional de Mirandola no IPT teve início como estagiário em 2003, ano em que participou do projeto “Programas de Segurança Contra Incêndio em Assentamentos Urbanos Precários” e ganhou a Menção IPT de Inovação em Ciência e Tecnologia. Ao terminar o período de estágio, permaneceu no Instituto como pesquisador autônomo entre 2004 e 2009, ano em que participou do concurso público e ingressou no quadro efetivo do IPT.

Geólogo do Laboratório de Riscos Ambientais recebeu Prêmio Lorenz Döbereiner na abertura do 13º Congresso Brasileiro da ABGE
 
Mirandola colaborou na elaboração de diversos livros ligados à área de riscos ambientais e prevenção de desastres, entre eles o “Mapeamento de Riscos em Encostas e Margem de Córregos”, produzido a pedido do Ministério das Cidades, e que se tornou referência quanto ao método para mapeamento de deslizamentos.

Entre 2004 e 2009, Mirandola participou de dezenas de atendimentos de emergência pelo Plano Preventivo de Defesa Civil no Estado de São Paulo, além de fazer parte da equipe do IPT que atendeu as vítimas do desastre provocado pelas chuvas em Santa Catarina em 2008 e em São Luis do Paraitinga e várias cidades no estado de Alagoas em 2010. Entre 2010 e 2011, o pesquisador trabalhou no maior mapeamento de áreas de risco de deslizamento do Brasil, um projeto realizado para a Prefeitura de São Paulo. “Não tenho dúvida de que, além de gostar e acreditar no trabalho que faço, tudo isso só foi possível devido ao apoio constante e aos ensinamentos passados pelos amigos pesquisadores do IPT”, afirma ele.

REGULAMENTO – Os candidatos ao prêmio são indicados exclusivamente por associados da ABGE e pertencem a instituições superiores de ensino, institutos de pesquisa e empresas privadas, ou são profissionais autônomos e consultores que atuam na área de Geologia de Engenharia e Ambiental. Eles têm a sua biografia, principalmente a produção técnico-científica, avaliada por uma Comissão Técnica, que elabora um relatório para ratificação pelo Conselho Deliberativo da ABGE.

A existência de candidatos indicados não resulta necessariamente em sua premiação – desde a sua criação, o prêmio foi entregue apenas ao geólogo Cláudio Amaral em 1996 e ao engenheiro geólogo Leonardo Andrade de Souza, em 2008.