Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  21.11.11

Eficincia em estdios


IPT participa de exposição em São Paulo para mostrar testes com grama sintética, iluminação e assentos plásticos


Os testes para verificar a eficiência de grama sintética, iluminação e assentos plásticos em estádios de futebol serão mostrados pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) na terceira edição da Expo Estádio, que se realiza de amanhã a quinta-feira no Pavilhão Azul do Expo Center Norte, em São Paulo.

Teste de repique vertical da bola: condição da grama sintética deve reproduzir a situação tradicional de um jogo, com a grama natural
 
Os pesquisadores do Centro de Têxteis Técnicos e Manufaturados (Cetim) do IPT vão apresentar sete testes aplicados em gramas sintéticas, realizados de acordo com métodos da FIFA e de normas internacionais. São eles: avaliação de desempenho e da aparência após o desgaste acelerado; resistência da ancoragem do fio sintético à tração; bola em rampa para determinar a distância percorrida sobre a grama; medição do repique vertical da bola; medição do repique angular da bola; resistência oferecida pela grama ao movimento de rotação do atleta; absorção de impacto; e deformação vertical da grama.

Para o segmento de iluminação de estádios, o Laboratório de Equipamentos Elétricos e Ópticos (LEO) do IPT mostrará os testes realizados com o goniofotômetro, sistema que mede as características da luz emitida, permitindo reproduzir em computador as “curvas fotométricas” de cada ponto de iluminação. A aquisição desse equipamento fabricado na Alemanha, com investimento de R$ 1 milhão, foi viabilizada em 2010 por uma parceria do IPT com a FINEP e a Associação Brasileira da Indústria de Iluminação (Abilux).

A eficiência dos assentos plásticos para estádios, por sua vez, é analisada através de quatro ensaios que verificam a flamabilidade do plástico em caso de incêndio; a regularidade dimensional das peças por meio de um braço articulado tridimensional; a durabilidade da borda anterior do assento com auxílio de um equipamento pneumático computadorizado que simula o esforço de uso; e a resistência do encosto ao impacto – neste caso o equipamento de teste é um pêndulo de impacto.