Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  28.08.09

Laudos no interior


Por meio do Programa de Apoio Tecnológico aos Municípios (Patem), IPT fará estudos em Bananal e Águas da Prata


Fonte: Secretaria de Desenvolvimento

O secretário de Desenvolvimento do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, assinou nesta terça-feira, 25 de agosto, parcerias com as prefeituras de Bananal e Águas da Prata para elaboração de laudos técnicos do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT). Em Bananal, os técnicos do IPT irão avaliar a estrutura do sobrado Solar Aguiar Valim, antiga sede da prefeitura. O prédio foi construído em 1860 por Manoel de Aguiar Valim. Atualmente, o edifício encontra-se com danificações estruturais no telhado e rachaduras nas paredes.

Diante disso, o IPT irá preparar um estudo com o objetivo de emitir um diagnóstico com as recomendações necessárias para solucionar os problemas da edificação.

O investimento total para a realização dos estudos será de R$ 52.146,14. Desse montante, R$ 48.396,14 serão destinados pela Secretaria de Desenvolvimento, por intermédio do Programa de Apoio Tecnológico aos Municípios (Patem). A prefeitura de Bananal fará a contrapartida de R$ 3.750,00. O prazo de execução dos estudos é de três meses.

Já em Águas da Prata, os trabalhos irão avaliar riscos de desmoronamentos, erosões e deslizamentos nas áreas rochosas em local urbano da cidade. O estudo deverá ser executado em até em três meses, com o objetivo de emitir um diagnóstico detalhado com as recomendações para minimizar os problemas. O investimento total será de R$ 71.512,40. A Secretaria de Desenvolvimento será responsável pelo aporte de R$ 67.762,40 e a prefeitura de Águas da Prata fará a contrapartida no valor de R$ 3.750,00.

Sobre o Patem
A Secretaria de Desenvolvimento, por meio do Patem, financia serviços especializados do IPT para obtenção de laudos técnicos em municípios de pequeno e médio porte. Os temas trabalhados pelo Patem são: planejamento territorial, obras de infraestrutura pública, defesa civil, mineração, cerâmica, resíduos sólidos, recursos hídricos, agricultura irrigada, habitação, distritos industriais, turismo e arranjos produtivos locais.

Nas últimas semanas, a Secretaria de Desenvolvimento assinou outros oito convênios, com os municípios de Aparecida, Brotas, Cedral, Conchas, Piquete, Ribeirão Pires, São Luiz do Paraitinga e Tambaú, para apontar diagnósticos de erosões, contaminação de solo, assoreamentos e enchentes. No total, o Estado disponibilizou R$ 1.072.823,00 em recursos para o Patem em 2009.