Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  04.05.12

Pedgio automtico


Laboratório do IPT para testes em equipamentos de pedágio automático voltou a operar desde o mês de março


A reativação das operações de laboratório do Centro de Tecnologia da Informação, Automação e Mobilidade do IPT, o Ciam, estava prevista no projeto interno intitulado “Reforma e Estruturação de Laboratório Existente para Criação de Novos Procedimentos de Ensaios Automatizados de Interoperabilidade de Sistemas Inteligentes”, aprovado pela diretoria e iniciado em maio de 2011. Segundo o pesquisador Alessandro Santiago, um dos coordenadores do projeto, a reativação do laboratório atende à necessidade de testes dos equipamentos utilizados no sistema “Sem Parar”. “Além disso – diz ele – inclui o uso de nova metodologia, empregando produtos adquiridos no âmbito do projeto Moderniza, para testes automatizados de protocolos.”

O projeto interno é gerenciado pelo pesquisador Henrique Frank Werner Puhlmann, também do Ciam, contando com a colaboração de equipes do Centro de Integridade de Estruturas e Equipamentos, o Cinteq, e do Centro de Tecnologia de Processos e Produtos, o CTPP. No mês de abril dois ensaios estiveram em andamento no laboratório.
Reativação de estrutura laboratorial atenderá à necessidade de testes dos equipamentos usados no sistema "Sem Parar"
 
O suporte tecnológico proporcionado pelo IPT vai, neste caso, ao encontro da decisão tomada pela Artesp, a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo, no sentido de que o “Sem Parar”, uma Operadora de Serviços de Arrecadação (OSA), não pode ser concedido com exclusividade a uma determinada organização nas rodovias paulistas.

Segundo a Artesp, é preciso abrir espaços para outros fornecedores do sistema. “Desta forma, boa parte das antenas do sistema ‘Sem Parar’ deverá mudar para que comporte mais de um concorrente, o que motivou os ensaios no laboratório do IPT a partir do início do mês de abril”, informa Alessandro. Além disso, o Governo de São Paulo anunciou recentemente a implantação do “Sistema Ponto a Ponto”, visando modernizar a arrecadação do pedágio nas estradas paulistas e tornando-a mais equitativa. Na avaliação de Maria Rosilene Ferreira, diretora do Ciam, a decisão anunciada impõe os desafios de uma data para migração da tecnologia e a convivência de ambas nas rodovias estaduais.