Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  18.07.12

Ideias para metalurgia


Brasmetal e IPT começam a interagir para atuar em busca de oportunidades com projetos voltados à inovação


As diretorias do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e da Brasmetal Waelzholz reuniram-se na sede do IPT na terça-feira, 17 de julho, para discutir a possibilidade de estabelecer parcerias para o desenvolvimento de projetos que possam agregar novas tecnologias às linhas de produtos e processos da empresa.

“Nós queremos ser líderes tecnológicos no Brasil e por isso estamos interessados na colaboração”, afirmou Rainer Theile, presidente da empresa, que tem sede na Alemanha, produz 500 mil toneladas de aços por ano e mantém 1,8 mil empregados com atuação em sete países, incluindo, além do Brasil, Itália, França, Áustria, China e Estados Unidos. As vendas anuais da empresa são de 600 milhões de euros.

O pesquisador Mário Boccalini Junior (ao centro) apresenta aos executivos da Brasmetal as instalações do LMMC
 
“Temos atualmente oportunidades de parcerias com apoio de fundos de inovação”, afirmou Fernando Landgraf, diretor de inovação do IPT, lembrando que a Brasmetal e o IPT já foram parceiros no passado, desde que desenvolveram o primeiro trabalho em 1993, voltado à melhoria de processos de tratamento superficial, como banhos de zinco, cobre e fosfatização.

Landgraf também disse que no momento existem novos conceitos em tecnologias de recobrimento de metais, e que o IPT está prospectando o uso de nanopartículas em banhos de eletrodeposição, melhorando as características químicas e mecânicas dos revestimentos, entre outras possibilidades de aplicação.

O diretor de inovação destacou aos visitantes que no caso da nanotecnologia há oportunidades de desenvolvimento de projetos de P&D com apoio da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapi), criada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) para fomentar investimentos em produtos e processos na indústria.

Os executivos da Brasmetal visitaram instalações do IPT que atuam no setor metalúrgico, como o Laboratório de Metalurgia e Materiais Cerâmicos (LMMC), o Laboratório de Corrosão e Proteção (LCP) e o Laboratório de Metrologia Elétrica (LME) – este último realiza a caracterização de aços elétricos, uma importante aplicação na indústria, sobretudo na fabricação de motores elétricos.

A reunião foi acompanhada por pesquisadores do IPT, que fizeram exposições técnicas sobre as capacitações dos laboratórios visitados. Ao final do encontro, o diretor de pesquisa e desenvolvimento da empresa na Alemanha, Peter Rademacher, mostrou interesse em continuar a conversações para efetivar a parceria. “A confiança mútua é muito importante para o trabalho conjunto”, afirmou.