Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  12.09.12

Cadastro ambiental


Mapeamento em curso pelo IPT orientará investimentos para prevenção e controle de erosões e inundações em SP


Fonte: Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE)

O Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) está investindo R$ 1,35 milhão no cadastramento de pontos de erosão e de inundações no Estado de São Paulo. O trabalho é executado pelo Centro de Tecnologias Ambientais e Energéticas do Instituto de Pesquisas Tecnológicas(IPT) e deverá ser concluído até dezembro deste ano.

Boçoroca causada pelo escoamento de águas pluviais na região de Piracicaba (SP)
 
A fase de mapeamento de pontos de erosão e de inundação em áreas urbanas já foi realizada a partir de imagens de satélite e de levantamentos pelo IPT, na década passada. No entanto, as regiões do Estado mais susceptíveis a inundações e processos erosivos de grande porte - conhecidas como boçorocas – tornaram-se objeto de um levantamento mais detalhado, com equipes se deslocando por terra para a coleta de informações.

Há vários anos, o DAEE atua no combate à erosão por intermédio da implantação de medidas corretivas, especialmente aquelas voltadas ao controle de voçorocas urbanas nos municípios do interior do Estado. O processo acelerado de erosão e de desenvolvimento de boçorocas, porém, exige ações preventivas para impedir que se multipliquem atingindo dimensões incontroláveis. A fim de se estabelecer adequadamente tais ações preventivas é necessário determinar as bases técnicas, ou seja, os conhecimentos básicos que permitam prever a ocorrência e a intensificação das erosões.

“Esse levantamento vai propiciar ao Governo do Estado uma ferramenta bastante útil para definirmos onde e como realizar os investimentos para controle das erosões e inundações”, destaca Alceu Segamarchi Jr, Superintendente do DAEE.