Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  14.09.12

Nova diretoria executiva


Reunião do Conselho de Administração elege os nomes para compor diretoria junto com o novo presidente do IPT


Reunião extraordinária do Conselho de Administração (CA) do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), realizada em 11 de setembro, terça-feira, elegeu os novos nomes da diretoria executiva do Instituto para compor a gestão de Fernando José Gomes Landgraf, que assumiu a presidência no dia 27 de agosto, recebendo o cargo do governador Geraldo Alckmin.

Landgraf: ‘Nosso objetivo é aumentar a relevância e o impacto do IPT para a indústria e a sociedade’
 
Com a eleição pelo CA, Carlos Daher Padovezi, até então diretor do Centro de Engenharia Naval e Oceânica (Cnaval), assume a diretoria de Operações e Negócios, sucedendo Álvaro José Abackerli; e Zehbour Panossian, que era chefe do Laboratório de Corrosão e Proteção (LCP), conduzirá a diretoria de Inovação, substituindo Landgraf, que ocupava o cargo desde agosto de 2009. Walter Furlan e Altamiro Francisco da Silva continuam, respectivamente, à frente das diretorias de Pessoas, Sistemas e Suprimentos, e Financeira e Administrativa. A reunião extraordinária do CA foi feita depois que o Conselho de Defesa dos Capitais do Estado (Codec), órgão da Secretaria da Fazenda, aprovou os nomes indicados pelo CA em reunião no dia 27 de agosto.

No dia 3 de setembro, com o auditório Adriano Marchini (Prédio 1) lotado, foi realizado também o primeiro evento ‘Conversa com a diretoria’ da gestão de Landgraf. Ao iniciar sua exposição, Landgraf recapitulou o discurso de posse para os profissionais do IPT, no qual destacou que o governo deseja ver os resultados dos investimentos de R$ 150 milhões realizados no Instituto, de 2008 ao primeiro semestre deste ano, período da gestão de João Fernando Gomes de Oliveira como diretor-presidente.

“Nosso objetivo é aumentar a relevância e o impacto do IPT para a indústria e a sociedade”, afirmou Landgraf, observando que para cada R$ 1 alocado pelo governo, o Instituto vende R$ 2 em serviços e apoio tecnológico.

 
  • Composição da diretoria do IPT
 
Também ao falar aos profissionais, Padovezi, o novo diretor de Operações e Negócios, afirmou que ao longo da história a principal missão do IPT é dar apoio tecnológico à indústria e ao poder público, missão da qual a comunidade do Instituto sempre se orgulhou. Padovezi disse também que adotará quatro pilares para orientar seu trabalho à frente da diretoria. São eles: reforçar a valorização dos empregados, apoiando o desenvolvimento do plano de carreira do IPT; dividir responsabilidades para cumprir e manter a sustentação financeira do Instituto; trabalhar de forma integrada, abrindo espaço para a multidisciplinaridade nos projetos; e motivar parcerias com empresas e universidades.

A nova Diretora de Inovação, por sua vez, disse ser importante valorizar os projetos internos do IPT para ajudar a alavancar novos negócios. Zehbour Panossian também acredita que poderá criar interfaces entre os projetos internos e os de clientes, valorizando as linhas de pesquisa dos laboratórios. “Vamos atacar a essência dessa questão”, afirmou.

O diretor Walter Furlan também esclareceu que iniciativas como o Programa de Desenvolvimento e Capacitação no Exterior (PDCE), mentoria e avaliação de desempenho serão mantidos, sendo que em novembro deste ano haverá um novo processo de avaliação de desempenho. Furlan disse que o IPT terá investimento de R$ 10 milhões neste ano, sendo que, desse montante, R$ 3 milhões já estão destinados. “Vamos continuar também trabalhando em melhorias de processo com base em recursos humanos, eficiência de compras e recursos de informática”, afirmou.