Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  06.10.09

Chilenos buscam eficincia energtica


Representantes do Chile visitaram laboratórios do IPT. O objetivo é gerar negócios


No dia 1º de outubro, representantes da Superintendência de Eletricidade e Combustíveis do Chile visitaram laboratórios do IPT. O objetivo era conhecer a estrutura do Instituto e, principalmente, o sistema de certificação de produtos elétricos e de combustíveis, o sistema de etiquetagem de eficiência energética e obter informações sobre o processo de normalização.

A visita incluiu o Laboratório de Combustíveis, de Motores, Metrologia Elétrica, Equipamentos Elétricos e Instalações Prediais. "Gostamos do fato de o IPT ter todos os laboratórios, com grande capacitação e multidisciplinaridade, dispostos num mesmo espaço. A estrutura de vocês está bem à frente dos nossos laboratórios", afirma Sergio Barrera Pérez, engenheiro eletricista do Departamento de Produtos no Chile.

A delegação chilena contou com um profissional do Departamento de Normas e Estudos, Marcos Lara, e a engenheira Evangelina Chinetti, do mesmo Departamento de Pérez. Chinetti falou da falta de investimento em laboratórios no Chile, principalmente nos laboratórios de eficiência energética, e do mercado que é considerado restrito, se comparado com o nosso. "Como eles têm deficiência em laboratórios nessa área, o intuito é gerar negócios e abrir as portas do IPT, para que possam se espelhar nos programas de certificação de produtos do Brasil" - ressalta Douglas Messina, pesquisador do IPT - "No entanto, deve haver uma articulação entre os governos brasileiro e chileno que facilite convênios e prestação de serviços. Outros países já demonstraram interesse em nossos serviços, como Uruguai - que conheceu a estrutura do Laboratório de aquecimento de água no IPT - e o México, que pretende gerar aproximação neste ano com relação a energia solar”.

Representantes do Chile em visita ao Laboratório de Instalações Prediais e Saneamento
 


Todos os anos especialistas reúnem-se no Comitê Panamericano de Normalização de Segurança Elétrica e Eficiência Energética (Copant). O evento conta com 11 países e 54 participantes que discutem assuntos como procedimentos de ensaios e harmonização das normas de segurança elétrica e eficiência energética dos eletrodomésticos.