Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  25.04.13

Sala limpa em construo


Obras da instalação no Laboratório de Estruturas Leves de São José dos Campos começaram esta semana


Fonte: Parque Tecnológico de São José dos Campos

Uma importante etapa para a implantação do Laboratório de Estruturas Leves (LEL), no Parque Tecnológico – São José dos Campos teve início nessa semana, com o início das obras de construção da chamada Sala Limpa.

Sala limpa do novo laboratório terá controle de parâmetros ambientais: umidade, temperatura e quantidade máxima de partículas por metro cúbico
 
Com o prazo de conclusão de seis meses, a obra irá viabilizar amplo espaço de aproximadamente 1.600 m² com estrito controle de parâmetros ambientais: umidade, temperatura e quantidade máxima de partículas por metro cúbico.

A construção de uma sala limpa com tais características visa atender o requerido para processamento de materiais compósitos para aplicações aeronáuticas.

A obra de construção da Sala Limpa do LEL é custeada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e gerida pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), com investimento da ordem de R$ 6 milhões.

“Nossa expectativa é ter o laboratório montado até o final do ano”, afirmou Marco D’Elia, pesquisador responsável pela implantação do Laboratório de Estruturas Leves (LEL), do IPT.

“Acompanhamos com entusiasmo o início da construção da Sala Limpa, uma das últimas etapas que antecedem a entrada em operação do LEL”, afirmou Horacio Forjaz, Diretor Geral do Parque Tecnológico – São José dos Campos, acrescentando. “Equipado com recursos sofisticados e acessível a empresas de médio e pequeno porte, o LEL constituirá um dos grandes diferenciais de nosso Parque Tecnológico”.

TECNOLOGIA PIONEIRA - O Laboratório de Estruturas Leves é fruto de investimentos do poder público estimado em R$ 44 milhões, visando o desenvolvimento de estruturas leves tanto de materiais compósitos quanto de materiais metálicos e híbridos. Para isso, conta com complexo de equipamentos e tecnologias inovadoras sem paralelo em todo o hemisfério sul e que possibilitarão a fabricação precisa de peças mais leves para as indústrias aeronáutica, automotiva, naval, de geração de energia eólica e de extração de petróleo, entre outras.

Quatro grandes projetos de pesquisa, definidos como estruturantes do LEL, já tiveram início e estão sendo realizados em parceria com a Embraer e instituições de ensino como Escola Politécnica da USP, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), Escola de Engenharia de São Carlos (USP) e Escola de Engenharia de Guaratinguetá (UNESP), além do próprio IPT.

O BNDES viabilizou R$ 27,6 milhões para a implantação do Laboratório, a Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) mais R$ 8,3 milhões e o Governo do Estado, através da FAPESP e do IPT, completou o investimento, totalizando R$ 44,2 milhões. A Prefeitura Municipal de São José dos Campos também participa e apoia o empreendimento, realizando a reforma de parte da área ocupada pelo LEL no Parque Tecnológico, utilizando recursos de convênio com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Governo do Estado.