Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  28.05.13

Novo secretrio da SDECT


Rodrigo Garcia é empossado secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia


Fonte: Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia

O advogado e empresário Rodrigo Garcia assumiu nesta terça-feira, 28 de maio, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT) do Estado de São Paulo, ao qual o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) está vinculado. O novo secretário da pasta tomou posse durante solenidade realizada no Palácio dos Bandeirantes, que contou com a presença do governador Geraldo Alckmin e do ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Luiz Carlos Quadrelli, que deixou o cargo nesta manhã.

Novo secretário destacou no discurso de posse ações consolidadas, como programas voltados aos ensinos profissionalizante e superior. Crédito foto: Mauricio Rummens
 
De acordo com Rodrigo Garcia, a Pasta possui importantes ações já consolidadas, entre elas, os programas voltados ao ensino profissionalizante e ao ensino superior paulista, que estão entre os melhores da América Latina, além de medidas que priorizam a atração de investimentos, o desenvolvimento tecnológico e científico do Estado. "Assumo um time que já está vencendo, mas faremos o possível para golear", afirma Garcia.

Rodrigo Garcia foi secretário de Desenvolvimento Social do Estado entre maio de 2011 e 2013. Foi eleito deputado federal em 2010 e venceu as eleições para deputado estadual por três vezes consecutivas (1998, 2002 e 2006). Foi presidente da Assembleia Legislativa entre os anos de 2005 a 2007 e assumiu interinamente o governo do Estado em 2006. Como parlamentar, criou o Código de Defesa do Contribuinte do Estado de São Paulo e coordenou a Frente Parlamentar de Apoio à Micro e Pequena Empresa.

Em 2008, Rodrigo Garcia assumiu a Secretaria de Modernização, Gestão e Desburocratização da prefeitura de São Paulo, cargo que ocupou até março de 2010. Na sua gestão, criou o Portal da Transparência, disponibilizando informações sobre a execução orçamentária da Capital, com os gastos das secretarias, subprefeituras, autarquias e empresas públicas.

Coordenou a reforma administrativa da prefeitura de São Paulo e ajudou na implantação do Micro Empreendedor Individual (MEI). Criou também os programas de licenciamento de atividades pela internet e o De Olho na Obra. Implantou ainda o alvará eletrônico em toda a cidade, o que possibilita a emissão da licença de atividade em até cinco dias pela internet. No governo de São Paulo exerceu o cargo de secretário adjunto de Agricultura e Abastecimento entre 1995 e 1996.