Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  20.05.14

Indstria e petrleo


Diretor do IPT é palestrante em evento da Fiesp em SP para debater logística e transporte nacionais à luz do pré-sal


A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) promove no período de 19 a 22 de maio, em São Paulo, o 9º Encontro de Logística e Transportes, dentro da Semana de Infraestrutura L.E.T.S. O diretor de Operações e Negócios do IPT, Carlos Daher Padovezi, é um dos palestradores e debatedores no evento, em duas sessões que se realizam na manhã do dia 21.

Na primeira delas, a partir das 8h30, o tema geral é ‘Investimentos em Petróleo e o Impacto na Indústria Naval’. O moderador é Jayme De Seta Filho, da Fiesp. Os palestrantes são, além de Padovezi, os pesquisadores Carlos Alvares Silva Campos Neto e Fabiano Pompermayer, ambos do Ipea, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada.

A resenha apresentada pela organização do evento informa que “os elevados investimentos realizados na indústria de petróleo e gás devem responder por forte aumento na produção brasileira de óleo, em especial na camada do pré-sal.
Carlos Daher Padovezi participará de dois painéis: ‘Investimentos em Petróleo e o Impacto na Indústria Naval’ e ‘Pré-Sal e Desenvolvimento Portuário’
 
Porém, para sustentar esse desenvolvimento será necessário investir em embarcações, utilizadas tanto no apoio para a exploração e produção, quanto para o transporte do próprio petróleo. Atender essa demanda é, ao mesmo tempo, um desafio e um incentivo para o desenvolvimento da indústria naval brasileira”. O painel focará as principais realizações e as demandas da indústria naval para suprir esse mercado a curto e médio prazos.

Na segunda sessão, a partir das 10h40, o tema é ‘Pré-Sal e Desenvolvimento Portuário’. Padovezi profere palestra e participa dos debates juntamente a Elói Fernandez, diretor-geral da Organização Nacional da Indústria do Petróleo e Áureo Leal, diretor da Imetame Logística. O moderador é Rui Botter, da Fiesp.

Segundo os organizadores, “nos próximos anos, haverá forte aumento na produção brasileira de petróleo em virtude das descobertas na camada do pré-sal. A maior extração de petróleo também exigirá uso intensivo de embarcações, seja para transporte de material de apoio, seja para transporte do próprio óleo extraído. Especialistas apontam que a logística atual é insuficiente. Assim, será necessário aumentar os investimentos nos portos próximos ao pré-sal, como São Sebastião e Rio de Janeiro, para capacitá-los a atender as demandas da exploração e produção de petróleo”. Essas questões, bem como as medidas necessárias para instrumentalizar as áreas de apoio portuário para a indústria de petróleo e gás, serão debatidas neste painel.

Para fazer a inscrição, clique aqui.