Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  13.10.14

Apoio tecnolgico para MPMEs


Secretaria de Desenvolvimento Econômico e IPT irão atender cerca de 700 empresas com recursos de R$ 10 milhões


O Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo firmaram um acordo de apoio tecnológico às micro, pequenas e médias empresas (MPMEs).

Com recursos de R$ 10 milhões, o contrato vai viabilizar a realização de cerca de 700 atendimentos a MPMEs paulistas ao longo dos próximos cincos anos. O objetivo é impulsionar a competitividade das beneficiadas nos mercados interno e externo, mediante aperfeiçoamento e/ou adequação de seus produtos e/ou processos.

Apoio tecnológico oferecido às empresas paulistas será feito mediante cinco modalidades de atendimento, entre elas o Prumo - Projeto de Unidades Móveis
 
“Atualmente várias empresas, em especial as MPMEs, têm dificuldades em se consolidar, mesmo no mercado interno, seja pela concorrência dos produtos importados, seja pela falta de qualificação técnica de seus produtos para atender às agências reguladoras, a exemplo de Anvisa, Anatel e Aneel, ou mesmo às certificações compulsórias do Inmetro”, contextualiza a diretora do Núcleo de Atendimento Tecnológico à Micro e Pequena Empresa do IPT (NT-MPE), Mari Katayama. O núcleo será o responsável pelos atendimentos às companhias.

Segundo Mari, outro problema comum é o despreparo de algumas MPMEs para cumprir as exigências técnicas de grandes clientes, como os da indústria automobilística e do setor de petróleo e gás. Na concorrência externa, as dificuldades se ampliam, uma vez que é necessário conhecer previamente os regulamentos técnicos do mercado alvo, adequando os produtos antes de iniciar a comercialização. “As MPMEs são igualmente demandadas em termos de preços e cumprimento de prazos de entrega. Portanto, ao oferecermos apoio tecnológico às MPMEs paulistas, estaremos contribuindo para viabilizar as melhorias necessárias”, ressalta a diretora do NT-PME.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado, Nelson Baeta Neves Filho, a iniciativa vai estimular o crescimento das MPMEs. "O projeto promoverá a competitividade das empresas e a melhoria do ambiente de negócios, com o aprimoramento da qualidade dos produtos e dos processos operacionais, além de possibilitar a conquista de novos clientes e mercados com a adequação aos padrões nacionais e internacionais.”

O apoio tecnológico oferecido às MPMEs paulistas será realizado mediante cinco modalidades de atendimento: Prumo (Projeto de Unidades Móveis); Progex (Adequação de produtos para o mercado externo); Qualimint (Qualificação de produtos para o mercado interno); Gespro (Gestão da Produção) e Prolimp (Produção Mais Limpa).