Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  03.11.14

Capacitao em nmeros


Projetos de capacitação do IPT, sob viés da gestão, apresentam impactos positivos para além do estritamente técnico


A análise dos números envolvidos com os projetos de capacitação do Instituto de Pesquisas Tecnológicas nos cinco editais em andamento permite ao IPT comemorar, e muito, na opinião da pesquisadora Claudia dos Santos, da Gerência de Orçamento e Controle: “Desde o primeiro edital, lançado em 2011, foram aprovados 115 projetos de capacitação nas diversas áreas de atuação do IPT”.

Balanço dos projetos: dos 115 projetos, 102 deles foram concluídos ou estão em andamento
 
Em 2014 foi lançado o quinto edital que já tem um projeto em andamento e mais dez aprovados, com previsão de início ainda este ano. “A produção e a visibilidade geradas por estes projetos, no decorrer dos seus quatro anos de existência, têm aspectos bastante diferenciados e importantes para a consolidação e divulgação das novas técnicas e produtos desenvolvidos”, explica Claudia. “Já são mais de 40 artigos técnicos escritos e publicados, além de reportagens, citações, entrevistas e trabalhos para formação acadêmica, entre outros.”

A questão financeira, na avaliação de Claudia, é encorajadora. “Considerando todos os editais lançados até agora, obtivemos mais de R$ 14 milhões contratados, novos negócios desenvolvidos a partir dos projetos de capacitação e mais do dobro do valor investido. Outro aspecto importante se refere à oportunidade de desenvolvimento de novas formas de trabalho e formação de pessoas, propiciadas pelos projetos de capacitação.”
Comparação entre retorno e investimento: "Considerando todos os editais lançados até agora, obtivemos mais de R$ 14 milhões contratados, novos negócios desenvolvidos a partir dos projetos de capacitação e mais do dobro do valor investido", explica a pesquisadora Cláudia dos Santos
 
Alex Fedozzi Vallone, assistente técnico da Diretoria de Inovação e da Presidência, reforça esta análise lembrando que os projetos de capacitação “servem também como 'laboratórios' para testar novas ferramentas, como as de gestão de projetos, e novos conceitos, como as metas técnicas quantitativas”.

PROJETOS – Segundo Claudia, em decorrência da necessidade da diretoria executiva do IPT de acompanhar os desenvolvimentos gerados por projetos de capacitação, um escritório de projetos do Instituto foi instituído gradativamente. “Por conta do aprendizado durante os acompanhamentos, o escritório foi expandindo suas atividades e, hoje, acompanha todos os projetos de capacitação, de fomento, aqueles no âmbito da Embrapii e alguns externos estratégicos para a instituição.”

A multidisciplinaridade é outra questão de extrema relevância que é estimulada e explorada por estes projetos. “Isso permite que as diversas áreas do IPT possam interagir, desenvolvendo conjuntamente novas tecnologias e produtos que farão parte posteriormente do portfólio de serviços oferecidos ao mercado”, afirma Claudia.
Produção e visibilidade geradas por estes projetos têm aspectos bastante diferenciados para a consolidação e divulgação das novas técnicas e produtos desenvolvidos
 
Um exemplo é o software desenvolvido no projeto ‘Gestão da Arborização Urbana e Análise Risco de Queda de Árvore’, executado em conjunto entre o Centro de Tecnologia da Informação, Automação e Mobilidade e o Centro de Tecnologia de Recursos Florestais que, atualmente, é utilizado em um projeto contratado por um cliente externo. “Os projetos de capacitação têm possibilitado não só o desenvolvimento de novas tecnologias e produtos, mas uma nova abordagem para ‘operacionalizar’ o dia a dia, aproximando mais os pesquisadores e as áreas e implantando novas formas de organizar seu trabalho.”