Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  05.12.14

Proficincia em lubrificantes


IPT sedia primeiro encontro de participantes do programa interlaboratorial; resultados e planos 2015 foram discutidos


O Laboratório de Referências Metrológicas, vinculado ao Centro de Química e Manufaturados do IPT, realizou o primeiro encontro dos participantes do programa de Proficiência em Lubrificantes. O programa atende necessidades de laboratórios que realizam ensaios e análises em óleos lubrificantes automotivos novos e usados.

O programa de proficiência funciona como um serviço para que os laboratórios possam checar seus procedimentos metrológicos em amostras de lubrificantes homogêneas preparadas pelo IPT. Nesta primeira edição, o encontro contou com a presença de 50 participantes de diversas empresas prestadoras de serviços como Test Oil e Techsolo, Lubrin e Lubraquim,
Zucchini: planos para 2015 contemplam a inclusão de novos materiais no programa, como óleos isolantes
 
indústrias de lubrificantes como Chevron, Tirreno Chemlub, Pax e Elvin, re-refinadoras como Proluminas, indústrias automobilísticas e de autopeças como Caterpillar, Hydac, Houghton, ZF do Brasil, usinas de açúcar e álcool dos estados de São Paulo e Paraná, como São Martinho e Usina Batatais, instituições de tecnologia como IPT, Senai, Tecpar e Universidade Federal do Rio de Janeiro, entre outros.

“Apresentamos a evolução dos materiais e das propriedades estudadas ao longo de sete rodadas, no período de três anos de existência do programa. Propriedades como ponto de fulgor, viscosidade, ponto de fluidez, massa específica e composição química foram analisadas ao longo das rodadas”, afirma Ricardo Rezende Zucchini, responsável pelo Laboratório de Referências Metrológicas do IPT. "Destacamos ainda as duas rodadas de 2014, realizadas em abril e em setembro, e apresentamos os resultados e comparações estatísticas. Mostramos também aos participantes os planos para 2015, como a intenção de incluir novos materiais no programa, como óleos isolantes”.

FUNCIONAMENTO – O IPT prepara amostras especiais de lubrificantes, que são enviadas aos participantes. Após efetuar os testes químicos e físicos com o material em estudo, cada participante envia seus resultados ao Instituto. O Laboratório de Referências Metrológicas realiza uma avaliação técnica e estatística do conjunto dos dados obtidos e encaminha um relatório detalhado a todos os participantes. O participante tem assim condições de avaliar seu desempenho relativo ao conjunto de resultados do grupo de participantes, e promover ações de melhoria. Todo o processo é feito com sigilo absoluto.

O Programa de Proficiência em Lubrificantes (PPLUB) foi criado com base na norma ABNT NBR ISO 17043, que trata dos requisitos gerais para provedores de ensaios de proficiência. Para desenvolver as amostras utilizadas no programa, o IPT seleciona e obtém os materiais no mercado, e depois processa esse material, ajustando e otimizando suas propriedades físico-químicas de acordo com rigorosos requisitos técnicos. Só então as amostras estão prontas para serem enviadas aos laboratórios.

Ao todo, o programa disponibiliza hoje 37 testes, como os de densidade, teor de enxofre, teor de cálcio e viscosidade. O laboratório participante pode escolher os testes nos quais deseja participar, a partir de cinco deles. Trinta laboratórios participaram da primeira rodada do programa em 2012; em 2014, o programa conta com 75 empresas. A maioria dos participantes são empresas sediadas no Brasil, mas já participaram duas estrangeiras, a DTE Energy norte-americana e a Korea East West Power Co, da Coreia do Sul.