Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  22.06.15

rvores urbanas saudveis


IPT e Secretaria do Meio Ambiente do Estado de SP discutem gestão da arborização urbana em seminário


A arborização urbana presta serviços ambientais que promovem a qualidade de vida dos cidadãos. “Entretanto, as prefeituras muitas vezes enfrentam dificuldades para realizar um planejamento adequado, que permita maximizar estes serviços e, ao mesmo tempo, evitar que ocorram acidentes com queda de árvores, fato comum em períodos de chuvas e ventos fortes”, explica o pesquisador Sergio Brazolin, do Centro de Tecnologia de Recursos Florestais do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).

Brazolin será um dos palestrantes e debatedores no seminário ‘Desafios da Gestão de Arborização Urbana’ no dia 2 de julho no campus do IPT na Cidade Universitária, zona oeste da capital paulista.
Experiência do IPT em análise de risco de queda de árvores será um dos temas discutidos
 
O seminário é uma parceria do Instituto com o Programa Município VerdeAzul da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, com o objetivo de discutir o planejamento da arborização urbana e as ferramentas e tecnologias para sua gestão. “Vamos analisar a importância que terá uma iniciativa partindo de cada município, no sentido de elaborar o seu Plano Diretor de Arborização Urbana”, completa o pesquisador.

Segundo Brazolin, o plano é um instrumento legal que regulamenta as práticas de manejo e o planejamento da arborização da cidade: “Partindo do inventário arbóreo, pode-se fazer o diagnóstico e a definição de indicadores ambientais. A sua implantação para melhoria contínua pode ser feita a partir de programas como manejo, modificação da paisagem, plantio, qualificação de mão de obra, monitoramento e educação ambiental, entre outras”, explica ele. “Convidamos a Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto para dar uma medida prática deste tipo de trabalho, mostrando a sua estratégia e as dificuldades para a arborização da cidade”.

O conhecimento técnico sobre o tema será compartilhado durante o seminário. Ferramentas de qualificação e quantificação da arborização urbana serão apresentadas e o IPT demonstrará sua experiência na elaboração de um plano diretor, desenvolvimento de software para gestão e o avanço do conhecimento tecnológico para avaliação de árvores em risco nas cidades.

SERVIÇO – O seminário realiza-se no período das 9h00 às 13h00, no auditório do Edifício Adriano Marchini – Prédio 1 – do IPT, na Cidade Universitária, zona oeste de São Paulo. 

PROGRAMAÇÃO

08h00 | Credenciamento

09h00 | Abertura e boas vindas

Fernando Landgraf, diretor-presidente do IPT
Patrícia Faga Iglecias Lemos, secretária do meio ambiente do estado de São Paulo
Márcio França, vice-governador e secretário de desenvolvimento econômico, ciência, tecnologia e inovação do estado de São Paulo

09h30 | O IPT e trabalhos com municípios

Fernando Landgraf, diretor-presidente do IPT

09h45 | Apresentação do Programa Município VerdeAzul da Secretaria do Meio Ambiente de SP

Juliana de Avellar, coordenadora do Programa Município VerdeAzul

10h15 | Café

10h45 | Apresentação de casos

– Instrumentos para o planejamento da arborização urbana
Demóstenes Ferreira da Silva Filho, professor do Depto. de Ciências Florestais da Esalq/USP

– Experiência na gestão da arborização urbana em São José do Rio Preto
Alexandre Batista do Carmo, chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo

– Experiência do IPT com arborização urbana
Sérgio Brazolin, pesquisador do IPT

12h15 | Possibilidades de financiamento para projetos de arborização

Luiz Carlos Tanno, coordenador no IPT do Programa de Apoio Tecnológico aos Municípios (Patem)
José Luiz Albuquerque Filho, pesquisador do Centro de Tecnologias Geoambientais do IPT

12h30 – 13h00 | Debate e encerramento