Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  03.07.15

Apoio s micro e pequenas


IPT recebe visita do secretário de desenvolvimento econômico de São José dos Campos, Sebastião Cavali


O Instituto de Pesquisas Tecnológicas recebeu na quarta-feira, 1 de julho, a visita do secretário de desenvolvimento econômico de São José dos Campos, Sebastião Cavali. O evento aconteceu logo após a assinatura, no mês de maio, de um protocolo de intenções que visa aumentar a participação do Instituto em projetos de apoio à micro, pequena e média empresas do município.

“Depois do convênio é muito importante conhecer as capacitações do IPT e de São José dos Campos para planejar e enxergar as oportunidades que existem nos dois lados”, afirmou a diretora do Núcleo de Atendimento Tecnológico à Micro e Pequena Empresa do IPT, Mari Katayama. Inicialmente, a região contará com o apoio do IPT por meio das cinco modalidades de serviços oferecidas pelo núcleo, que são o Prumo, o Progex, o Qualimint, o Gespro e o Prolimp.

Segundo Cavali, o convênio irá contribuir para a competitividade empresarial além de representar um avanço em qualidade, permitindo maior alcance de mercado aos empresários. O município responde atualmente números por uma fatia de 7,9% das exportações do Estado e a participação da indústria no PIB municipal é de 46,52%, segundo a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade).

“Queremos melhorar esse ambiente empresarial para que possamos ter um desempenho maior das empresas existentes e atrair outras. Nosso objetivo é que a somatória dessas iniciativas faça com que esses números e nossos desempenhos em exportações, geração de emprego e renda, se multipliquem”, acrescenta Cavali.

O diretor de operações e negócios do IPT, Carlos Daher Padovezi, afirma que o apoio do Instituto deve contribuir para o aumento do número de empregos e da economia local onde as empresas estão localizadas. “São José dos Campos é uma cidade que tem uma base tecnológica importante e o IPT deve estar presente lá para dar apoio às indústrias e às empresas. Os programas do núcleo têm demonstrado que, onde eles são implantados, há sempre ganho de eficiência, melhoria dos processos e dos produtos”, acrescenta ele.

Cavali conheceu duas das unidades móveis do núcleo e visitou o Centro de Tecnologia Mecânica, Elétrica e de Fluidos, o Centro de Tecnologia em Metalurgia e Materiais, o Centro de Tecnologia Mecânica, Naval e Elétrica e o Núcleo de Bionanomanufatura.