Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  25.09.15

Educao ambiental


Alunos de escola de S.Paulo visitam IPT e entrevistam pesquisador que elaborou manual de água de chuva


Quais projetos são viáveis no momento de crise de água? É possível usar a água de chuva para o consumo humano? Quais são as condições necessárias para a correta captação de água de chuva? As três perguntas fizeram parte de um extenso questionário trazido pelos oito alunos do nono ano do ensino fundamental da Escola Municipal Nilce Cruz Figueiredo, localizado no bairro de Lauzane Paulista, ao pesquisador Luciano Zanella, do Centro Tecnológico do Ambiente Construído do IPT. Os estudantes visitaram o Instituto na manhã de quinta-feira, 24 de setembro, acompanhados pelas professoras Mara Sandra Zanin (Geografia) e Maria Isabel Kastner (Língua Portuguesa).

Os dados coletados irão auxiliar o grupo na elaboração de projetos de Trabalho Colaborativo de Autoria (TCA), que é bastante semelhante aos trabalhos de conclusão de curso do nível superior e tem como objetivo desenvolver a construção de conhecimento contextualizado para estudantes de ensino fundamental.
Alunos conheceram sistema piloto de aproveitamento de água de chuva instalado no IPT
 
A aluna Nicole da Silva Gonçalves, 13 anos, explicou que os professores definiram o tema ‘Água’ para a elaboração do TCA em razão da crise hídrica; os alunos das classes se dividiram em grupos e cada um trata de um determinado subtema. “Estamos coletando os dados para elaborar um trabalho escrito e também uma apresentação oral que será feita para uma banca composta pelos professores; além disso, uma mostra cultural no dia 7 de novembro estará aberta ao público para divulgar os nossos trabalhos”, afirma ela.

Segundo Nicole, a ideia da visita foi motivada pela publicação do manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva divulgado pelo Instituto em março deste ano.

Os oito alunos entrevistaram o pesquisador e solucionaram dúvidas como o uso de água de chuva em situações emergenciais e o tempo necessário para a construção do sistema de captação. “Esta visita permitiu ampliar o nosso conhecimento para que o trabalho tenha sucesso”, afirma o aluno Gabriel dos Reis Sousa, 15 anos, que conheceu neste ano o Núcleo do Engordador da Serra da Cantareira e participou de uma caminhada no Dia Mundial da Água (22 de março) como parte das atividades propostas pelo núcleo docente para a elaboração do projeto.

"Colaborar com a qualidade de vida das pessoas é parte da missão do IPT e a divulgação de tecnologias apropriadas e boas práticas, como o caso do manual, tem um impacto positivo para esta finalidade. A visita dos alunos de uma escola de ensino fundamental demonstra que trabalhos desenvolvidos pelos pesquisadores do IPT têm o potencial de alcançar públicos diversos e colaborar para o despertar da curiosidade por assuntos científicos e tecnológicos, além de mostrar que tais assuntos estão intimamente ligados ao cotidiano das pessoas, embora muitas vezes passem despercebidos", afirma Zanella. "Muitas coisas aparentemente simples, para que cheguem a esta condição, devem passar por longos processos de desenvolvimento tecnológico que muitas vezes se iniciam pelo despertar da curiosidade ou, como no caso, da consciência ambiental".