Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  27.10.15

Arborizao urbana


Palestra de pesquisador do IPT em encontro na Região Norte debate avaliação de risco de queda de árvores


O Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) estará presente no II Encontro Regional Norte de Arborização Urbana – ERNAU, que será realizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Porto Velho de 27 a 30 de outubro, na capital de Rondônia. O biólogo e pesquisador do Laboratório de Árvores, Madeiras e Móveis Sérgio Brazolin é um dos palestrantes do evento, que propõe uma ampla discussão entre poder público e sociedade, de maneira a obter contribuições para uma melhor gestão da arborização das cidades na Amazônia.

Biólogo e pesquisador do IPT Sérgio Brazolin, que será palestrante do II ERNAU
 
Com o título de ‘Avaliação de risco de queda de árvores’, a palestra de Brazolin acontece no dia 29 de outubro. O pesquisador vai apresentar a metodologia do IPT usada na análise externa das árvores com base em conceitos de biomecânica e de auto otimização, além de equipamentos não destrutivos para prospecção interna do tronco. Essa abordagem permite identificar processos de biodeterioração e analisar o risco de queda das árvores. “As árvores urbanas atingem portes elevados e, com o passar dos anos, o risco de apodrecimento e os ataques de cupins e fungos aumentam, agravados pelas interferências dos equipamentos urbanos”, alerta Brazolin.

A palestra discutirá ainda as tendências em P&D&I na área de arborização, como modelos de cálculo estrutural para análise de risco, uso de radar e sistemas de instrumentação para inferência sobre a ancoragem do sistema radicular das árvores. O ARBIO, software desenvolvido pelo Centro de Tecnologia de Recursos Florestais e pelo Centro de Tecnologia da Informação, Automação e Mobilidade do IPT para a gestão da arborização urbana, também será apresentado. Entre outras funcionalidades, o ARBIO permite o inventário das árvores e o planejamento da arborização, registrando o local e a espécie adequada para o plantio.

O II ERNAU está dividido em cinco eixos temáticos: implantação e manutenção da arborização urbana; educação ambiental como ferramenta de incentivo à arborização urbana; arborização urbana como instrumento de política pública ambiental; florestas urbanas e qualidade de vida; e arborização urbana e biodiversidade amazônica. O evento promoverá ainda a troca de experiências entre municípios da região e a avaliação de trabalhos científicos.

Clique aqui para mais informações do II ERNAU.