Pgina inicial do IPT   >   Publicaes   >   Publicaes tcnicas   >  Artigos Tcnicos

compartilhe

Estado da arte de desempenho em altas temperaturas de elementos de concreto reforados com fibras de carbono e com diferentes tipos de protees passivas


Ciro Jos Ribeiro Villela; Carla Neves Costa; Armando Lopes Moreno Junior


Resumo:

Um dos fatores que reduzem a capacidade resistente das estruturas de concreto armado reforçadas com PRFC (Polímeros Reforçados com Fibra de Carbono) é a ação do calor. A temperatura elevada altera as condições preestabelecidas à temperatura ambiente para o dimensionamento da seção reforçada do elemento estrutural. Tais condições estão associadas à redução da capacidade resistente do adesivo, usualmente o epóxi, de transferir os esforços entre o laminado e o concreto por ação térmica. O epóxi apresenta uma significativa redução da resistência e do módulo de elasticidade quando é aquecido à temperatura de transição vítrea, aproximadamente aos 60º C, facilmente ultrapassada durante a situação de incêndio. Uma alternativa para melhorar o desempenho estrutural é utilizar revestimentos como proteção passiva de estruturas de concreto reforçadas com PRFC, mas são necessários estudos sob os aspectos de ensaios experimentais e de dimensionamento. Este trabalho discorre sobre o desempenho em altas temperaturas de elementos estruturais reforçados com PRFC e revestidos protegidos com diferentes tipos de proteções passivas observado em diversos estudos registrados na literatura técnica científica até o presente.


Referência:
ARAUJO, Ciro José Ribeiro Villela; COSTA, Carla Neves; MORENO, Armando L. Estado da arte de desempenho em altas temperaturas de elementos de concreto reforçados com fibras de carbono e com diferentes tipos de proteções passivas. In: CONGRESSO IBERO-LATINO-AMERICANO SOBRE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO, 4., 2017, Recife. Anais... 4 p.

 
Publicações técnicas