Solues IPT

Pgina inicial do IPT   >   Centros Tecnológicos   >   Solução IPT

Ensaios de corroso atmosfrica e em ambiente marinho


Laboratório flutuante instalado no Canal de São Sebastião, São Paulo – Brasil
 

O Laboratório de Corrosão e Proteção do IPT foi pioneiro na realização de estudos de corrosão atmosférica no Brasil. O primeiro estudo foi iniciado em 1974 com o projeto “Estudos do comportamento de materiais metálicos em diferentes tipos de atmosfera”, financiado pelo PROMOCET – Programa de Ciência e Tecnologia do estado de São Paulo. Este projeto teve duração de 17 anos, fato que permitiu a capacitação do Laboratório na realização de atividades relacionadas com corrosão atmosférica, citando-se projetos de pesquisa e desenvolvimento, serviços tecnológicos, ensaios de caracterização e classificação de atmosferas e ensaios de desempenho de materiais metálicos em diversos tipos de atmosferas, incluído os ambientes internos e os ambientes off shore.

O laboratório dispõe de uma estação atmosférica permanente instalado na zona urbana da cidade de São Paulo e uma estação atmosférica offshore o qual consiste de uma embarcação do tipo catamarã. Esta estação permite a realização de ensaios em atmosferas marinhas e em condições sujeitas a respingos e marolas. Ensaios de imersão total em água do mar também podem ser realizados no laboratório flutuante.

O Laboratório possui toda a infraestrutura para a rápida implantação de estações atmosféricas, tanto em ambientes internos como externos objetivando a caracterização de atmosferas industriais, tanto externas, como internas, incluindo galpões de armazenamentos de matérias-primas e de produtos acabados. Neste sentido, o Laboratório presta serviços a industriais locais objetivando a indicação de medidas mitigadoras da corrosão principalmente durante o armazenamento de produtos acabados.

Para caracterização de estações atmosféricas, o Laboratório segue as normas ABNT 14643, ISO 9223 e ISO 9224. Os seguintes ensaios são realizados para a caracterização das estações atmosféricas:

• determinação da taxa de sulfatação (ABNT NBR 6921; ISO 9225);
• taxa de deposição de cloretos (ABNT NBR 6211; ISO 9225);
• tempo de molhamento (ABNT NBR 15085; ASTM G 84);
• determinação da taxa de corrosão dos metais na atmosfera (ABNT NBR 6210; ABNT NBR 6209; ISO 9226).

 
  • Ensaios de corrosão atmosférica e em ambiente marinho
 



 
Contatos
  • LCP - Laboratrio de Corroso e Proteo
  • lcp@ipt.br
    Tel.: (11) 3767-4044
 
  • Notcias
  • veja todas
 
  • Soluções tecnológicas
 
  • Colunas
  • veja todas
 
  • Publicações
  • veja todas