Solues IPT

Pgina inicial do IPT   >   Centros Tecnológicos   >   Solução IPT

Carta Geotcnica


O IPT elabora cartas geotécnicas desde os anos 1970, realizando pesquisas sobre métodos e técnicas para abordagem de processos geodinâmicos externos em planejamento e gestão territorial, com órgãos públicos municipais, estaduais e federais. Foi pioneiro na elaboração de cartas geotécnicas de áreas urbanas no Brasil, nos morros de Santos e São Vicente. Elaborou também as primeiras cartas geotécnicas da cidade
Carta de Suscetibilidade de Cubatão - clique aqui para ver a carta completa em pdf
 
de São Paulo (1984), da Região Metropolitana de São Paulo (1990) e do Estado de São Paulo (1994), além de outros municípios e regiões no País.

Entre 2013 e 2015, o IPT elaborou a carta de suscetibilidade a movimentos gravitacionais de massa e inundações para 111 municípios dos estados de ES, MG, PR, SC e SP, em parceria com o Serviço Geológico do Brasil (CPRM). Elaborou também, nas últimas décadas, a carta geotécnica de aptidão à urbanização para dezenas de municípios do estado de SP.


Recentemente, o IPT publicou um guia contendo orientações básicas sobre o tema para prefeituras municipais, que pode ser acessado aqui.

Obrigatoriedade


A elaboração de cartas geotécnicas se tornou obrigatória no País a partir da Lei Federal 12.608/2012, que estabeleceu a Política Nacional de Proteção e Defesa Civil (PNPDEC). A edição da Lei foi motivada pelos eventos e desastres naturais ocorridos no início de 2011 na região serrana do estado do Rio de Janeiro, que fizeram cerca de mil vítimas fatais.

Entre outras mudanças regulatórias, a PNPDEC introduziu alterações no Estatuto da Cidade (Lei Federal 10.257/2001), estabelecendo a obrigatoriedade de elaboração de plano diretor nos municípios que possuem áreas suscetíveis a processos geológicos ou hidrológicos que podem gerar desastres naturais. A PNPDEC estabelece que o plano diretor desses municípios deve conter o mapeamento das áreas suscetíveis (cujo produto deve ser o mapa ou carta de suscetibilidade), além de requerer que a identificação e o mapeamento de áreas de risco leve em conta as cartas geotécnicas. No caso do Estado de São Paulo, por exemplo, todos os municípios estão obrigados a elaborar o Plano Diretor e, para tanto, devem considerar as diretrizes das cartas geotécnicas.

Na conhecida Lei Lehmann (Lei Federal 6.766/1979), que dispõe sobre o parcelamento do solo urbano, a PNPDEC estabeleceu dispositivo que vincula, no caso dos municípios com áreas suscetíveis, a aprovação de novos projetos de parcelamento do solo (loteamento e/ou desmembramento) ao atendimento dos requisitos constantes da carta geotécnica de aptidão à urbanização.

Cartas Geotécnicas
 
Na Lei Federal 12.340/2010, que dispõe sobre a transferência de recursos da União para que os estados e municípios possam atuar na prevenção de desastres naturais e, assim, aumentar sua resiliência ante as prováveis consequências negativas de possíveis eventos de alta severidade, a PNPDEC fixou um conjunto de cinco requisitos básicos que as prefeituras devem possuir para acessar esses recursos. Entre esses requisitos, destacam-se as cartas geotécnicas (carta de suscetibilidade, carta geotécnica de aptidão à urbanização e carta de risco).


Saiba mais sobre alguns dos projetos desenvolvidos pelo IPT

Você sabia? Que o IPT elaborou a primeira Carta Geotécnica do País?

Cartas geotécnicas: Guia do IPT orienta prefeituras na utilização das cartas para planejamento territorial e prevenção de desastres naturais

Mapas de suscetibilidade: Reportagem do Jornal Nacional mostra projeto do Serviço Geológico do Brasil de levantamento de áreas mais propensas a deslizamentos e inundações, em execução pelo IPT

Urbanização na Praia Grande: IPT elabora, com auxílio de drone, carta geotécnica de aptidão à urbanização da cidade do litoral paulista

Mapa de suscetibilidade em Praia Grande: Pesquisadores do IPT mapearam áreas suscetíveis a inundações e deslizamentos no município de Praia Grande

Carta geotécnica em Cananéia: Documento a ser elaborado pelo IPT irá permitir a definição de novas ocupações urbanas segundo critérios técnicos

Mapas de suscetibilidade: Serviço Geológico do Brasil e IPT fazem parceria com ênfase na prevenção de desastres naturais

Cartas de suscetibilidade: Serviço Geológico do Brasil entrega documentos cartográficos feitos pelo IPT para cidades de Sta. Catarina

Tecnologia aérea: Equipamento para capturar imagens aéreas é nova ferramenta do IPT no projeto das cartas geotécnicas

Avaliação geoambiental: IPT divulga na web cartas de suscetibilidade via infraestrutura de dados da Secretaria do Meio Ambiente

Apoio aos municípios paulistas: Balanço de programa de apoio tecnológico no Estado de São Paulo fecha ano com atendimento a oito cidades

Apoio tecnológico aos municípios: Revista da Associação Paulista de Municípios destaca 27 anos de existência de programa oferecido pelo IPT

Mapeamento municipal: Após Itanhaém e Ibiúna, IPT entrega proposta de Plano Diretor para cidade de Monteiro Lobato, no interior de São Paulo

Plano Diretor: Diário Oficial repercute proposta de Plano Diretor para a cidade de Monteiro Lobato produzido pelo IPT


 
Contatos
  • Laboratrio de Recursos Hdricos e Avaliao Geoambiental LABGEO
  • labgeo@ipt.br
    Tel.: (11) 3767-4362
 
Assuntos Relacionados
 
  • Notcias
  • veja todas
 
  • Soluções tecnológicas
 
  • Colunas
  • veja todas
 
  • Publicações
  • veja todas