Segmentos de mercado

Pgina inicial do IPT   >   Publicaes   >  Artigos Tcnicos

compartilhe

Efeito do campo magntico e da potncia dissipada na precipitao de carbonato de clcio


Wagner Aldeia; Gabriela Papoulias Frana; Larissa Martins Soares Benjamin; Andr Leibsohn Martins; Bruno Barbosa Castro


Resumo:

Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da potência dissipada por ação mecânica (agitação) e do campo magnético na precipitação do carbonato de cálcio em sistema batelada, empregando soluções precursoras (catiônica e aniônica) de modo que a solução resultante fosse representativa das concentrações médias verificadas na mistura da água de injeção e formação em alguns poços de extração de petróleo. Para essa avaliação, os ensaios foram conduzidos em sistema com aplicação de campo magnético (0,8T), a pressão ambiente e temperatura de 70°C, variando-se a potência dissipada por agitação mecânica (0,05 a 3,81W). Ensaios em sistema similar sem aplicação de campo magnético foram realizados de modo a se obter resultados para avaliação do efeito do campo. O tempo de indução, a massa de carbonato de cálcio precipitada e o tamanho de partículas foram avaliados para cada experimento. Para o sistema sem campo magnético, no geral a potência dissipada impactou no aumento da massa precipitada (devido ao aumento da liberação de CO2 e da redução da solubilidade do CaCO3). Deste modo, apresentaram maiores taxas de nucleação e obtendo-se menores tempos de indução e tamanho médio de partículas. Com aplicação do campo magnético, a massa precipitada aumentou com o aumento da potência de maneira similar ao sistema sem campo, com uma mesma concentração de equilíbrio ao final do experimento. Entretanto, o sistema com aplicação de campo magnético apresentou um maior tempo de indução e um menor tamanho médio de partículas se comparado ao sistema sem campo, o que sugere a hipótese de que a aplicação do campo magnético tem efeito na cinética de reação com consequente variação do CO2 na solução. Em virtude dos dados obtidos para a aplicação do campo magnético, conclui-se que a nucleação ocorre posteriormente e em mais altas supersaturações que no sistema sem campo, apresentando, portanto, maiores taxas.


Referência:
ALDEIA, Wagner; FRANÇA, Gabriela Papoulias; BENJAMIM, Larissa Martins Soares; MARTINS, André Leibsohn; CASTRO, Bruno Barbosa. Efeito do campo magnético e da potência dissipada na precipitação de carbonato de cálcio. In: ENCONTRO NACIONAL DA CONSTRUÇÃO DE POÇOS DE PETRÓLEO E GÁS, ENAHPE2019, Serra Negra. Anais... 6 p.


Acesso ao trabalho apresentado, no site do Evento:
http://enahpe2019.ipt.br/Arquivos%20Anais%20do%20evento/095.pdf