Segmentos de mercado

Pgina inicial do IPT   >   Publicaes   >  Artigos Tcnicos

compartilhe

Caracterizao de cidos hmicos de Espodossolos Costeiros do Sudeste Brasileiro por Pirlisis acoplada a cromatografia gasosa e espectrometria de massas


Martha Gonzalez-Perez; P. Buurman; P. Vidal-Torrado; L. Martin Neto


Resumo:

Este estudo sobre ácidos húmicos (tem) de horizontes Podzol da região sudeste do Brasil investigou a acumulação e degradação da matéria orgânica do solo (MOS) em podzóis clima quente. Ácidos húmicos de areia Espodossolos costeiras (Alaquod Histic e distrófico Alorthod) da Ilha do Cardoso, em São Paulo foram caracterizados por pirólise em combinação com cromatografia gasosa e espectrometria de massa (Py-GC/MS). Os solos desenvolvidos sobre materiais quartziticsandynutrient paternos pobres sob floresta de restinga em área costeira. Os resultados mostram que Py-GC/MS a composição química de tem em horizontes B em um dos três perfis foi influenciada pela C orgânico dissolvido (DOC) e C a partir de raízes in situ em decomposição. De carbono derivado de DOC dominado na parte mais profunda dos horizontes B. No distrófico Alorthod profileSOM (H9) do horizonte B parecia ser em grande parte derivados de raízes. O DOC-derivada SOM foi caracterizado por grandes contribuições de phenolmethylphenolsand degradadas polissacarídeos contribuições raiz productswhile foram caracterizadas principalmente por produtos de lignina. Alifáticos foram mais abundantes no horizonte A (horizontes E e EB não foram analisados​​). Ambos DOC-derivado e lignina derivada SOM apresentaram padrões de degradação diferentes. Os resultados corroboram os obtidos Py-GC/MS por 13C amplitude do ângulo mágico de polarização cruzada variável fiação espectroscopia de ressonância nuclear magnética e de Fourier-transform espectroscopia de infravermelho. Química molecular mostraram que os horizontes podzol B são variáveis ​​em influências compositionand locais, tais como a drenagem de água e vertical ou lateral transportand decomposição SOM desempenham um papel importante nos processos de podzolização em climas quentes.


Referência:

GONZALEZ-PEREZ, Martha; BUURMAN, P.; VIDAL-TORRADO, P.; MARTIN NETO, L. Pyrolysis-gas chromatography, mass spectrometry characterization of humic acids in coastal spodosols from Southeastern Brazil. Soil Science Society of America Journal, v. 76, n. 3, p. 961-971, may-jun., 2012


Acesso ao artigo no site do Periódico:
https://www.soils.org/publications/sssaj/pdfs/76/3/961