Segmentos de mercado

Pgina inicial do IPT   >   Publicaes   >  Artigos Tcnicos

compartilhe

Estruturas zincadas por imerso a quente em concreto armado


Adriana de Araujo; Paulo Silva Sobrinho; Zehbour Panossian


 Resumo:
O uso de armaduras revestidas por meio de sua zincagem é uma técnica de proteção contra a degradação prematura de estruturas devido à corrosão. No exterior, esta técnica vem sendo aplicada com sucesso (desde os anos 1930) em diferentes tipos de construções, especialmente naquelas em que a estrutura está exposta a condições de média a alta agressividade (YEOMANS, 2004). A NBR 6118 (ABNT, 2007) prevê no item 7.7, a zincagem como uma das medidas especiais de proteção e conservação da armadura, dentre outras técnicas, em condições adversas de exposição, comuns em ambiente marinho e industrial. A zincagem da armadura resulta em um revestimento que atua como proteção por barreira, isolando o aço-carbono do meio. Em locais de exposição do aço, o revestimento atua como anodo de sacrifício, sendo consumido (corroído) preferivelmente em relação ao aço (proteção galvânica). Com avanço da corrosão do revestimento de zinco, há uma diminuição da permeabilidade do concreto. Isto é possível devido ao preenchimento de vazios e capilares do concreto pelos produtos de corrosão do revestimento de zinco que tem volume menor do que os produtos de corrosão do ferro, elemento principal do aço-carbono (YEOMANS, 1993; CEB, 1992).


Referência:
ARAUJO, Adriana; SILVA SOBRINHO, Paulo; PANOSSIAN, Zehbourn. Estruturas zincadas por imersão a quente em concreto armado. Corrosão e Proteção, v.12, n.55, p. 18-24, fev./mar., 2015

 
Mais sobre este centro
 
Contatos
  • Central de Relacionamento com o Cliente
  • ipt@ipt.br
    Tel.: (11) 3767-4000