Segmentos de mercado

Pgina inicial do IPT   >   Publicaes   >  Artigos Tcnicos

compartilhe

Comparao do carregamento do vento em diferentes tipos de coberturas de estdios de futebol


Noara Raihana Saturnino; Gilder Nader; Gabriel Borelli Martins; Paulo Jos Saiz Jabardo


Resumo:

Os tradicionais estádios de futebol do Brasil passaram por grandes reformas, enquanto outros foram construídos com projetos completamente novos. Em ambos os casos, houve uma grande modernização dos estádios, os quais ganharam coberturas, e também foram utilizados novos materiais e tecnologias construtivas. Esse processo se deu devido à realização da Copa do Mundo no Brasil, em 2014. Construir as atuais coberturas dos estádios, que necessitavam vencer grandes vãos, e os materiais eram, por exemplo, tenso-estruturas, policarbonatos etc. é um grande desafio aos projetistas, seja do ponto de vista arquitetônico, como de estruturas. Uma ferramenta fundamental para dar segurança aos projetistas estruturais é o túnel de vento. Assim, nesse trabalho é realizado o estudo da ação do vento sobre coberturas de estádios de futebol em modelos usuais em Copas do Mundo, e então são comparadas as diferenças dos esforços do vento em três tipos de cobertura: elíptica inclinada, circular e trapezoidal paralelas ao solo. Para tanto, foram modelados em túnel de vento, as características do vento natural de um terreno Categoria III, com velocidade básica do vento de 40 m/s. Para realização dos ensaios foram construídos modelos dos estádios analisados em escala reduzida de 1:200. As comparações foram realizadas para os piores casos de coeficientes de pressão, com intuito de responder vantagens e desvantagens na utilização de cada um dos modelos estudados. Os resultados mostraram que a cobertura trapezoidal apresentou os piores casos de sucção próximo às quinas, devido aos vórtices cônicos, e as coberturas elíptica e circulares, apresentaram os piores casos nas extremidades, devido ao descolamento do vento naquela região. Quanto à sobrepressão, em todos os casos ela foi baixa, cerca de 6 vezes menores que as sucções.


Referência:
SATURNINO, Noara Raihma; NADER, Gilder ; MARTINS, Gabriel Borelli ; JABARDO, Paulo José Saiz . Comparação do carregamento do vento em diferentes tipos de coberturas de estádios de futebol. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA USP, 22., 2014, São Paulo. Trabalho apresentado... 4 p.