Pgina inicial do IPT   >   Imprensa   >  IPT na mídia



IPT na mdia



compartilhe


  11.03.19

Tomografia verde


Ferramentas usadas pelo IPT para avaliação de risco de queda das árvores são tema de reportagem em telejornal da TV Record


Dois equipamentos do Laboratório de Árvores, Madeiras e Móveis do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) para a avaliação de risco de queda de árvores trazem informações mais seguras aos diagnósticos das equipes técnicas: o tomógrafo por impulso e o tomógrafo por impedância foram adquiridos no início da década de 2010 pelo Instituto e seguem as tendências de execução de ensaios não destrutivos. Mais completos e precisos do que as ferramentas convencionais, os tomógrafos permitem um rastreamento da seção transversal das árvores e também em 3D.

Os dois tomógrafos têm como função a detecção de deteriorações e cavidades em árvores e foram destaques em reportagem exibida pelo telejornal Fala Brasil, exibido pela TV Record, em 8 de março. A matéria mostrou como é feito o diagnóstico de uma árvore quanto ao estado fitossanitário (ocorrência de cupins, fungos apodrecedores e brocas de madeira) e risco de queda, tendo início com uma análise externa e a prospecção não destrutiva, que pode ser feita também com equipamentos mais simples como o penetrógrafo. O levantamento permite categorizar as árvores quanto ao seu risco de queda, segundo um modelo matemático baseado nos princípios da biomecânica.

“Quem precisa ter o domínio das técnicas para aplicação nas árvores urbanas é a prefeitura”, afirma a pesquisadora do laboratório, Giuliana Del Nero Velasco, na reportagem. “Os municípios são os gestores das árvores. Nossa ideia é aproximar o que é desenvolvido no Instituto com o que é feito na prática no dia a dia das cidades, a fim de evitar as quedas de árvores”.

Confira abaixo a reportagem na íntegra: