Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  01.11.18

Pesos e medidas


Diretores do IPT e Ipem-SP assinam acordo de cooperação técnica e científica para apoio no campo da metrologia legal


Diretores do Instituto de Pesquisas Tecnológicas e do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem-SP) reuniram-se no dia 30 de outubro no campus do IPT para assinar um acordo de cooperação técnica de apoio tecnológico nas áreas de metrologia legal e científica.

A ideia é abrir caminho para o desenvolvimento de projetos conjuntos, visando ao controle metrológico legal de instrumentos e sistemas de medição empregados na medição fiscal, apropriação da produção e transferência de custódia de petróleo e derivados líquidos, água, gás natural, álcoois anidro e hidratado, além de outros biocombustíveis.
Guaracy e Zehbour Panossian, diretora-presidente do IPT, na cerimônia de assinatura do acordo de cooperação técnica
 
“Unimos as competências técnicas das duas instituições para proporcionar ganhos relevantes ao estado de São Paulo e à sociedade em geral, por meio de uma parceria em que o IPT será o braço tecnológico para suporte às ações de fiscalização do Ipem”, afirmou o pesquisador Nilson Massami Taira, diretor do Centro de Metrologia Mecânica, Elétrica e de Fluidos do IPT.

Para o diretor-superintendente do Ipem, Guaracy Fontes, a parceria é importante porque visa principalmente o controle metrológico dos equipamentos que medem a vazão de petróleo nas plataformas de petróleo: “Esses equipamentos são chamados de computadores de vazão e contabilizam o que se paga em royalties aos estados e municípios. O controle metrológico é vital para calcular os valores justos. O IPT tem os laboratórios irão auxiliar a executar essa tarefa. Esta parceria é vital para que o controle seja feito com a capacidade e a coerência de um processo que irá se estender, com certeza, para o Brasil inteiro”.

Os pesquisadores Rui Gomez, responsável pelo Laboratório de Vazão, e Rubens Silva Telles, chefe da Seção de Óleo e Gás, apresentaram as infraestruturas laboratoriais que atenderão as demandas para calibração de instrumentos de medição. Gomez apresentou três instalações, todas acreditadas pela Coordenação Geral de Acreditação (Cgcre) do Inmetro, e que atendem a esse mercado. “Temos duas bancadas de vazão de óleo e uma de gás.
Comitiva do Ipem-SP visitou as instalações do IPT, como o Laboratório de Vazão
 
As duas primeiras possuem características diferentes: uma atende vazões mais baixas, com grande variedade de fluidos, e a outra atende vazões maiores com menos variedade de fluidos”, afirmou ele.

“Temos a delegação do Inmetro para realizar acompanhamento dos medidores em todo o estado, tanto nas verificações iniciais quanto nas periódicas. No primeiro caso somos responsáveis pela aprovação do equipamento, enquanto nas periódicas é feito o controle da sua operação. Com o apoio do IPT vamos desenvolver uma metodologia que deverá se estender para os demais estados”, afirmou Antonio Lourenço Pancieri, diretor do Departamento de Metrologia Científica e Industrial do Ipem. Nem todos os estados contam com instituições nas mesmas condições técnicas de São Paulo, acrescentou ele, e a ideia é compartilhar o desenvolvimento e contribuir para a formação técnica dos operadores, aumentando a escala dessa força de trabalho.